Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    30/09/2017

    Mãe esconde 7 chips e fones de ouvido para levar a filho na penitenciária

    Agentes usaram detector de metal para encontrar objetos

    Mãe de 43 anos tenta entrar em presídio com chips e fones de ouvido - Divulgação/Agepen
    Agentes penitenciários em Dourados encontraram com uma mulher de 43 anos sete chips de celular e dois fones de ouvido. Ela tentava entrar no presídio da cidade com os objetos enrolados em uma fita isolante e saco plástico dentro da própria genitália.

    O filho da mulher, E.C.M.J, está preso na Penitenciária Estadual de Dourados (PED). Ele responde na Justiça Estadual por crimes de roubo e furto. A mãe do rapaz pretendia fazer visita.

    Os equipamentos foram descobertos hoje, por volta das 14h, porque ela passou por revista corporal e o detector de metais acusou a presença de metal.

    "Quando indagada, a visitante retirou de sua genitália sete chips e dois fones de ouvido. Este material todo veio enrolado em uma fita de autofusão e saco plástico, formando um invólucro", informou os agentes penitenciários de plantão à Polícia Civil.

    O delegado José Carlos Almussa Junior, da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) de Dourados registrou a ocorrência como favorecimento real quando ingressar entrada de aparelho telefônico de comunicação móvel. Depois de ouvida, a mãe do preso foi liberada. Os chips e os fones foram apreendidos.

    Fonte: CE
    Por: RODOLFO CÉSAR


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS