Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 5 de setembro de 2017

    Estado mantém incentivos fiscais para a Eldorado, mesmo após venda

    Venda da Eldorado não muda concessão de incentivos fiscais do governo. (Foto: Divulgação)
    A notícia da compra da fábrica de celulose Eldorado, situada em Três Lagoas, distante 338 km de Campo Grande, por uma empresa holandesa, movimentou o setor na última semana. Os incentivos fiscais concedidos pelo Governo de Mato Grosso do Sul à empresa pela expansão, devem permanecer para a Paper Excellence, caso ela se comprometa a dar continuidade nas obras da segunda linha.

    De acordo com informações do governador Reinado Azambuja (PSDB), os incentivos concedidos à Eldorado foram para expansão da segunda linha. "A nova fábrica só teria os incentivos se tivesse edificação, geração de emprego, como não teve, não há nenhum prejuízo para o Estado. O que vamos buscar agora com essa nova empresa, é para que possa retomar essa possibilidade de ampliar a fábrica e gerar empregos".

    O secretário da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, explica sobre a limitação de vendas de terras no Estado para a empresa holandesa. "A Paper Excellence é estrangeira e a lei impede que estrangeiros comprem terra no país, mas podemos alterar essa lei. A Eldorado trabalha com arrendamentos e tem só 13 mil hectares próprios. A Paper deve trabalhar por enquanto, com esse arrendamento. Ainda não nos reunimos com os novos donos da Eldorado".

    Sobre os incentivos fiscais, Verruck diz que a lei permite que quem compra uma empresa que possui incentivos, deve continuar com os benefícios. "A Paper tem que entrar com o pedido de transferência para eles. Só que a empresa também assume os compromissos. Por exemplo, os incentivos concedidos para a Eldorado estão ligados ao projeto de expansão, então para manter, tem que se comprometer com a expansão".

    Fonte: campograndenews
    Por: Renata Volpe Haddad


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS