Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 22 de agosto de 2017

    Governo de MT também decreta luto de 3 dias por morte Pedrossian

    A UFMT é um dos marcos do ex-governador no Estado vizinho

    © Divulgação/José Medeiros/Gcom-MT
    À exemplo da gestão de Reinaldo Azambuja (PSDB), o governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), também decretou luto oficial de três dias, em condolências pelo falecimento, na madrugada desta terça-feira (22), do ex-governador Pedro Pedrossian.

    “Pedro Pedrossian governou Mato Grosso em um momento difícil da nossa história. Teve um papel importante para que houvesse apenas uma divisão territorial e não uma divisão de povos. Foi um estadista”, disse Taques, por meio de um comunicado oficial, publicado na manhã de hoje.

    O governador mato-grossense também virá a Campo Grande para acompanhar o velório do político, que ele conheceu pessoalmente em março de 2017. Taques deve desembarcar em Mato Grosso do Sul no começo da tarde.

    Na nota divulgada pela gestão de Taques, o governo destaca a criação da UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso) como um dos principais legados deixados por Pedrossian, que governou o Estado vizinho entre os anos de 1966 a 1971.

    A Assembleia Legislativa de Mato Grosso também lamentou a morte e, por meio de nota, destacou a 'trajetória política e a busca pela integração promovida durante a gestão do ex-governador Pedro Pedrossian, uma liderança que deixou como legado referências estruturais para o desenvolvimento de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul'.

    O ex-governador morreu de causas naturais na madrugada de hoje. O velório acontece no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, e o enterro está previsto para as 16h30.

    Fonte: campograndenews
    Por: Ludyney Moura


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS