Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 21 de agosto de 2017

    Governador pede a ministro recursos para ampliar escolas de tempo integral

    Atualmente são 12 unidades distribuídas em Campo Grande e mais quatro municípios do interior

    Ministro Mendonça Filho e Reinaldo Azambuja participam de evento na Assembleia Legislativa. (Foto: João Paulo Gonçalves)
    O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), afirmou que vai aproveitar a visita do ministro da Educação, Mendonça Filho, para solicitar mais investimentos voltados à ampliação do número de escolas em tempo integral no Estado.

    Em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (21), Reinaldo destacou a importância da parceria com o Governo Federal na educação, que tem possibilitado a abertura de unidades educacionais com ampliação de vagas oferecidas à população.

    "Essa parceria é boa, pois nos permite inaugurar obras como a escola técnica profissionalizante em Dourados com 1200 vagas", disse o chefe do Executivo estadual.

    Reinaldo lembrou da parceria para a implantação de 12 escolas de tempo integral na rede estadual de ensino, que recebem recursos da União. E disse que vai pedir mais verba para ampliar a quantidade dessas unidades.

    Atualmente, as escolas estão localizadas em Campo Grande, Dourados, Corumbá, Maracaju e Naviraí, atendendo 4 mil estudantes do Ensino Médio e oferecendo formação plena, com desenvolvimento de práticas e vivências a partir de um currículo diferenciado.

    Além disso, citou outros projetos a serem implantados no município de Dourados, a 233 km de Campo Grande, resultado da cooperação entre União e Estado, que é a construção da Unidade da Mulher e da Criança no Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados.
    Mendonça Filho e Junior Mochi durante entrevista na presidência da Casa. (Foto: Leonardo Rocha)
    "Essa unidade vai possibilitar que a população tenha novos atendimentos específicos para crianças e mulheres", afirmou Reinaldo. "Entendo que existe um contingenciamento financeiro em função da crise, mas sozinho ninguém faz nada neste País. As obras e projetos precisam do prefeito, do governo e da União".

    Ainda sobre a crise, o governador falou sobre a necessidade de reformas estruturantes, como a da Previdência, que ajudaria e muito os gestores, pois sobrariam mais recursos para investimentos em áreas prioritárias, como educação e saúde.

    Reinaldo Azambuja e Mendonça Filho participam da posse dos integrantes do Conselho de Reitores de Instituições de Ensino Superior no Estado, formado por representantes das instituições públicas e privadas que atuam desde a educação básica até a pós-graduação. O evento acontece na Assembleia Legislativa, em Campo Grande.

    Ainda na manhã de hoje, ambos possuem agenda na Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul e inauguram junto com o prefeito Marquinhos Trad (PSD) da inauguração do Ceinf (Centro de Educação Infantil) Professor Eloy Souza da Costa, no bairro Tijuca II.

    À tarde e noite - No início da tarde, às 14 horas, na Escola do SUAS, na Rua André Pace, 630, bairro Guanandi, a vice governadora, Rose Modesto (PSDB), e o ministro participam da solenidade de assinatura do termo de adesão ao Programa Vale Universidade.

    Depois, eles seguem para Dourados. Às 16h30, a solenidade será no Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Será a assinatura da ordem de serviço para a execução da primeira etapa da Unidade da Mulher e da Criança e o descerramento da placa de inauguração do Bloco D da UFGD.

    No início da noite, às 18h30, será realizada a solenidade de inauguração do Centro Estadual de Educação Profissional Professora Evanilde Costa e Silva, construída no Jardim Água Boa.

    Fonte: campograndenews
    por: Richelieu de Carlo e Leonardo Rocha


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS