Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 22 de agosto de 2017

    Em luto, Governo cancela evento de repasse de R$ 60 milhões à Prefeitura

    Suspensão da solenidade ocorre em virtude do falecimento do ex-governador do Estado, Pedro Pedrossian

    Governador Reinaldo Azambuja, PSDB, com o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, PSD. (Foto: Marcos Ermínio).
    O Governo de Mato Grosso do Sul cancelou a solenidade que oficializaria o repasse de R$ 60 milhões para a Prefeitura de Campo Grande, marcada para esta terça-feira, dia 22, na Câmara Municipal da Capital.

    O motivo é o falecimento do ex-governador de MS dos anos 1966 e 1971, Pedro Pedrossian. Aos 89 anos, ele estava debilitado e sofreu, na noite de segunda-feira, dia 21, insuficiência respiratória.

    Conforme o Estado, que comunicou a morte com pesar, a agenda de hoje está cancelada e ainda não há nova data marcada para a solenidade.

    O dinheiro seria destinado ao município, para que ele desse de contrapartida em obras contratadas pelo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Ao todo, são R$ 180 milhões em 28 intervenções, incluindo reparos no Córrego Bálsamo e obras nas avenidas Novos Estados e Rita Vieira.

    Nesta terça-feira, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) iria assinar protocolo de intenções com o detalhamento das frentes de trabalho. O anúncio seria feito na semana em que Campo Grande completa 118 anos.

    Ex-governador - Pedro Pedrossian morreu em casa enquanto dormia, segundo familiares. O velório acontecerá a partir das 10 horas no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, no Parque dos Poderes, em Campo Grande. Já o sepultadomento no Cemitério Parque das Primaveras, às 17 horas.

    Políticos lamentaram a morte do ex-governador, dizendo que ele foi uma figura importante para o desenvolvimento de MS e de Mato Grosso, já que governou o estado quando ambos formam uma unidade federativa.

    Fonte: campograndenews
    Por: Mayara Bueno


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS