Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 8 de agosto de 2017

    BATAYPORÃ| Câmara Municipal retoma sessões com 11 projetos em pauta

    Propostas contemplam diferentes áreas nas zonas urbana e rural do município

    Projetos foram debatidos durante a primeira sessão ordinária do segundo semestre Jeferson Souza/Assessoria
    Após recesso parlamentar, as sessões ordinárias deliberativas da Câmara Municipal de Batayporã foram retomadas nesta segunda-feira (7) com a análise e votação de 11 projetos. As propostas contemplam diferentes áreas e beneficiam as zonas urbana e rural. 

    A sessão, a 17ª da atual legislatura, foi aberta pelo presidente da Casa, vereador Cícero Leite. Na ocasião, o parlamentar destacou que durante o período, apesar de o Legislativo não realizar as sessões semanais conforme prevê o regimento interno, o atendimento à população ocorreu normalmente. 

    “Todos os vereadores continuaram trabalhando, a Câmara permaneceu aberta e o atendimento aos munícipes foi assegurado. Agora, iniciamos oficialmente os trabalhos legislativos do segundo semestre e esperamos poder contar mais uma vez com a presença e a participação da população”, destacou o gestor. 

    As sessões ordinárias da Casa são realizadas sempre às segundas-feiras, a partir das 19h. Também integram a atual legislatura os vereadores Germino Roz (vice-presidente), Nivaldo Brejo (1º secretário), Danilo Enz (2º secretário), Maurício Ribeiro, Cacildo Paião, Cabo Máximo, Samuel Macedo e Denise Pesqueira. 

    Projetos

    Na ocasião, os parlamentares aprovaram oito indicações. Em uma delas, os vereadores Cacildo e Maurício Ribeiro solicitaram para que seja devolvido ao Município todo o quadrante, localizado atrás do Estádio Municipal, doado à Energisa. 

    “Esse espaço foi doado em meados de 1976 e até hoje se encontra sem nenhum tipo de obra realizada pela empresa, servindo para depósito de entulhos”, argumentaram os vereadores, sugerindo ainda para que, posteriormente, a área seja destinada à divisão de loteamentos. 

    Cacildo apresentou ainda requerimento em que solicita cópia do acordo firmado entre a Sociedade Hospitalar São Lucas e a Prefeitura de Batayporã. O documento foi encaminhado ao prefeito Jorge Takahashi e ao assessor de Gestão Pública, Wilson Assis Fernandes Sena Jr.

    Também de autoria de Cacildo, em parceria com o vereador Cabo Máximo, o Legislativo indicou a eliminação de linhas de tubo e a construção de pontes, em pontos estratégicos, para que o escoamento das águas da Lagoa do Sapo não fique represado nas valetas que dão acesso ao Bairro Pindocaré.

    Ambos parlamentares, com o apoio do vereador Samuel Macedo, também cobraram a pavimentação asfáltica do prolongamento da Rodovia José Xavier Prates (MS-276), num trecho aproximado de 6km, até a rotatória com a Rodovia Jesus Ferreira Neves (MS-473).

    Na mesma linha, em indicação conjunta, os vereadores apresentaram e aprovaram projeto com o intuito de federalizar a rodovia MS-134, em Batayporã até o Porto São José, interligando os estados do Paraná e Mato Grosso do Sul, com vistas à otimizar o trânsito e potencializar a economia na região. 

    Já de autoria do vereador Germino, a Casa aprovou indicação em que reivindica a recuperação de vias urbanas. “Diversas esquinas se encontram em péssimas condições, ocasionando transtornos e riscos de acidente, além do acúmulo de água, ambiente propício à proliferação do Aedes Aegypti”, justificou.

    Em parceria com Cacildo, o parlamentar também solicitou ao Executivo a aquisição de jogos de uniformes para atender às equipes que irão disputar o campeonato municipal de futebol amador, mas que não dispõem de recursos para as vestimentas. 

    Ainda durante a sessão, a vereadora Denise Pesqueira apresentou indicação à Superintendência do Incra visando a doação de terras nos assentamentos São João e São Luiz. A iniciativa visa proporcionar regularização e mais infraestrutura.

    “A população desses assentamentos tem crescido e muitas famílias desejam construir residências nestes locais, mas são impedidas por falta de uma política de urbanização da área, pelo fato de o município não ter posse do imóvel, que hoje é ocupado irregularmente por algumas famílias”, pontuou.

    Com o intuito de melhorar o tráfego de veículos, o vereador Nivaldo Brejo sugeriu à Prefeitura de Batayporã a raspagem mecanizada, com o cascalhamento das ruas Líbero Michelini e Alcides Sãovesso, no Loteamento Bom Jesus. 

    Ainda durante a primeira sessão do segundo semestre, os vereadores aprovaram a entrega de moção de parabenização à coordenadora do Projeto Conviver, professora Iracy Rocha de Oliveira e a criação da "Semana do Agricultor", por iniciativa do vereador Samuel Macedo.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS