Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 23 de agosto de 2017

    ANAURILÂNDIA| Em Brasília, Takazono discute liberação de recursos para o município

    Takazono manteve seu primeiro contato com o senador da República, Waldemir Moka, também do PMDB © Divulgação
    O prefeito de Anaurilândia, Edinho Takazono (PMDB), esteve em Brasília durante toda esta quarta-feira (23), onde cumpriu agenda em diversos gabinetes em buscas de recursos para serem investidos no município.

    O chefe do Executivo levou contigo alguns projetos que foram elaborados nos últimos meses e que atendem áreas de infraestrutura e geração de emprego e renda.

    Na capital federal, Takazono manteve seu primeiro contato com o senador da República, Waldemir Moka, também do PMDB. Na oportunidade, o senador recebeu as demandas do gestor e prometeu encaminhar as propostas no sentido de colocá-las no orçamento para o próximo ano. Moka ainda ratificou já um pedido feito anteriormente pelo prefeito para a disponibilização de recursos financeiros para ajudar na manutenção do Hospital Sagrado Coração de Jesus.

    Após o encontro com senador, Edinho cumpriu outra agenda, desta vez na Superintendência do Desenvolvimento do Centro Oeste (Sudeco), onde manteve contato com o superintendente Antônio Carlos Nantes de Oliveira. No órgão, o município de Anaurilândia viabiliza um projeto na área de piscicultura, onde pretende investir na criação de peixe através do sistema tanque rede, que devera ser implantado no lago do reservatório da usina hidrelétrica Sérgio Mota. O projeto é tido como uma das saídas para a geração de emprego no município.

    Outro assunto discutido pelo prefeito é a construção da pavimentação asfáltica de pouco mais de oito quilômetros de via não pavimentado, ligando a sede do município até o balneário municipal, região também onde será implantado o projeto de criação de peixe. “Os nossos projetos estão bem embasados e já recebemos o aval, tanto da superintendência, como dos nossos senadores que já se comprometeram em fazer gestão no sentido de garantir os recursos”, explicou.

    Para Takazono, é preciso pensar também na facilidade de acessos ao local onde será implantado o projeto. Segundo ele, não é só pensar na produção, e sim, também, na logística para escoação.

    Ainda em Brasília, o prefeito de Anaurilândia manteve contato com o senador Pedro Chaves (PSC), onde discutiu a liberação de recursos para a construção de um complexo esportivo, recursos esses que devem ser liberados através do Ministério do Esporte. Edinho Takazono manteve contato com alguns deputados da bancada federal de Mato Grosso do Sul. “Foi um dia de agenda intensa aqui em Brasília, porém, com grandes perspectivas positivas. Temos que sermos insistentes, apresentarmos bons projetos para que possamos obter êxito”, finalizou.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS