Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 21 de julho de 2017

    Secretário deixa cargo no fim do ano e reassume mandato de deputado

    José Carlos Barbosa vai deixar o comando da Segurança Pública, para ser candidato no ano que vem

    Secretário vai deixar cargo no final do ano para retornar a Assembleia © Divulgação
    O secretário estadual de Segurança, José Carlos Barbosa, confirmou que vai deixar seu cargo no final do ano, para retornar a Assembleia Legislativa, onde é deputado licenciado. Ele revelou que a intenção inicial era sair em outubro, faltando um ano para as eleições de 2018, mas que pode ficar até dezembro.

    "Desde que assumi a pasta tinha este combinado com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que ficaria até outubro deste ano, para voltar ao cenário político, porém devo ficar até o final do ano na Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública", disse ele, ao Campo Grande News.

    José Carlos Barbosa assumiu o comando da Sejusp em abril de 2016, no lugar de Sílvio Maluf, que por ter carreira dentro do Ministério Publico, ficou impedido de continuar no cargo. Ele então ficou a frente da Segurança Pública, a pedido do governador Reinaldo Azambuja(PSDB), deixando seu mandato de forma provisória na Assembleia.

    Ele tinha sido eleito para seu primeiro mandato como deputado, na eleição de 2014, já no início assumindo a presidência da CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação), principal comissão da Casa de Leis, devido seus conhecimentos como professor de Direito.

    Barbosa ressalta que a intenção deste retorno a Assembleia, é continuar sua trajetória política, ainda não decidindo se tentará a reeleição no legislativo ou uma vaga na Câmara Federal. "Estou analisando as duas possibilidades e devo decidir em agosto, mas posso dizer que a intenção é permanecer no PSB", pontuou.

    Troca 

    Quando voltar, o deputado Coronel David (PSC), que era seu suplente, vai deixar o legislativo. "Sempre soubemos desta possibilidade, mas entendo que neste pouco tempo na Assembleia mostrei trabalho e posição política, por isso ano que vem volto a ser candidato, com a meta de ser eleito direto, sem precisar ficar na suplência", disse o parlamentar.

    A troca de cadeiras no final do ano, não deve interferir na composição das bancadas e blocos partidários, já que tanto José Carlos Barbosa, como Coronel David, fazem parte da base aliada do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que conta neste momento com 19 dos 24 deputados.

    Fonte: campograndenews
    por: Leonardo Rocha
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS