Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    domingo, 23 de julho de 2017

    Empresário de MS morre dois dias após acidente com avião em fazenda

    Diógenes Toesca Martins, empresário de Ponta Porã (Foto: Facebook/Reprodução)
    Morreu na noite de ontem (22) no Mato Grosso, o empresário Diógenes Toesca de Aquino, 57 anos, vítima de um acidente aéreo na semana passada. Ele é a segunda vítima fatal da queda que também matou o piloto do monomotor, Marcio Molas Martins.

    De acordo com funcionários da empresa Ciarama Isumos, da qual Diógenes era sócio-proprietário, ele morreu na noite de ontem e o corpo foi levado para Ponta Porã, onde será velado entre das 11h às 15h de hoje.

    O empresário ficou internado no Hospital Regional de Rondonópolis, onde foi socorrido e passaria por uma cirurgia na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A família pensava em transferir Diógenes para um hospital particular de São Paulo.

    Ambas as vítimas foram socorridas com vida, mas Marcio Molas Martins, o piloto da aeronave, de idade não revelada, morreu no hospital. Eles iriam à fazenda Santa Mônica, localizada na cidade de Barão de Melgaço, também no interior do Estado vizinho.

    Porém o monomotor modelo Cirrus SR20 do empresário caiu na manhã de quinta-feira durante a decolagem, ainda segundo informações do serviço de investigação da Força Aérea, o Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos).

    Diógenes também era sócio posto de combustíveis Marambaia, empreendimentos localizados em Ponta Porã (a 323 km de Campo Grande). Ele é sócio de outras empresas na cidade e também em Dourados.

    Uma aeronave deste mesmo modelo e fabricada em 2006 é vendida na internet por cerca de R$ 880 mil.


    Fonte: campograndenews
    Por: Priscilla Peres
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS