Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 31 de julho de 2017

    Chuva deve chegar na quarta-feira em Mato Grosso do Sul, diz Inmet

    Temperaturas caem a partir de quinta-feira

    © Divulgação/Arquivo
    Uma frente fria deve chegar em Mato Grosso do Sul na quarta-feira (02), e pode ocorrer chuva isolada na região sul do estado, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). As demais regiões seguem sem previsão de precipitação e com baixa umidade relativa do ar.

    Desta segunda-feira (31) até a quarta-feira o tempo segue com poucas nuvens e os índices de umidade continuam baixos, principalmente no período da tarde. No período noturno as temperaturas caem provocando um tempo mais fresco.

    Na terça-feira (01), a temperatura máxima pode chegar aos 32ºC e a mínima 15ºC, no interior do estado. A umidade relativa do ar fica entre 20% e 75%. Na Capital a máxima pode chegar nos 30ºC e a mínima 17ºC, a umidade relativa do ar, também permanece baixa não ultrapassando os 70%.

    Para a quarta-feira, a previsão de chuva isolada é para a região sul do estado. Nas demais o tempo segue seco. No interior a máxima pode chegar aos 33ºC e a mínima em 16ºC, a umidade relativa do ar pode atingir os 75%. Em Campo Grande, a máxima sobe para 31ºC e a mínima 18ºC, a umidade relativa do ar não deve passar de 45%.

    A quinta-feira (03) ocorre um declínio nas temperaturas. Na Capital, a máxima não passa dos 23ºC e a mínima fica na casa dos 16ºC, a umidade relativa do ar fica entre os 25% e 75%. No interior a máxima fica nos 27ºC e a mínima 11ºC, a umidade relativa do ar pode atingir os 80%.

    A semana encerra com o dia amanhecendo frio na sexta-feira (04), mas as temperaturas devem se elevar durante o dia. A umidade relativa do ar continua baixa. Em Campo Grande a mínima fica nos 14ºC e a máxima chega nos 25ºC. A umidade relativa do ar não deve passas dos 60%. Já no interior as temperaturas ficam entre 28º C a máxima e 10ºC a mínima. A umidade relativa do ar pode atingir os 85%.

    Fonte: Midiamax
    Por: Ana Paula Chuva


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS