Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 9 de junho de 2017

    TRÊS LAGOAS| Nova entrada da cidade, corredor de ônibus, entre outros, podem ser fruto de Audiência Pública

    Audiência Publica do Plano de Mobilidade Urbana de Três Lagoas aconteceu na última quinta-feira (8)

    © Divulgação

    Foi realizada no plenário da Câmara Municipal nesta quinta-feira (8) a Audiência Pública do Plano de Mobilidade Urbana de Três Lagoas – MS. Aberto a toda população, o evento tratou de informar, esclarecer e dar publicidade ao Plano. A explanação técnica da matéria foi feita pelo arquiteto e urbanista Professor Ângelo Arruda que, junto a uma equipe formada por pesquisadores, geógrafos e engenheiros, elaboraram o Plano.
    © Divulgação
    O secretário de Infraestrutura, Transporte e Trânsito – SEINTRA, Dirceu Deguti, foi quem abriu a audiência e presidiu o encontro. “Todo material elaborado nesse Plano é muito importante, pois facilita o planejamento para a tomada de decisões futuras a respeito de desenvolvimento viário, urbanístico e etc.”, comemorou Deguti.

    O vice-prefeito Paulo Salomão, representou o prefeito Ângelo Guerreiro na audiência e comemorou a futura desmistificação da divisão cultural presente no local dos trilhos ferroviários. “Com o plano nos vamos ter a oportunidade de retirar parte dos trilhos e unir a cidade . Nossa cidade precisa fugir desse conceito de lado de cá e lado de lá da linha e passar a ser apenas uma Três Lagoas.”, disse Salomão em seu uso da palavra.
    © Divulgação

    Destaque

    Entre os destaques da exposição do Plano, está a projeção de uma nova entrada da cidade. A proposta é de que a antiga linha férrea de lugar a um moderno corredor que vai do cruzamento da Avenida Rosário Congro com a Filinto Muller até o ponto 80 na BR-262. O objetivo do Plano de Mobilidade Urbana é envolver a população criando, inclusive, identificação dos moradores com as vias que serão arborizadas e devem incluir, além de uma avenida, ciclovia, terminais e corredor expresso de ônibus.
    © Divulgação
    Conceito Inovador

    Durante a apresentação do Professor Ângelo Arruda foi explanado sobre a necessidade de olhar para o futuro da mobilidade nas cidades. De acordo com Arruda, Três Lagoas deve sair na frente de muitas cidades do Brasil e do mundo, planejando meios de transporte alternativos aos carros, como bicicletas, transporte coletivo e até mesmo o incentivo ao deslocamento de pedestres, aproximando locais de estudo e trabalho às residências.

    Estudo

    A equipe liderada pelo Professor Arruda levantou diversos dados sobre Três Lagoas, como locais com maior fluxo de pedestres, motociclistas, ciclistas, carros e caminhões. O levantamento desses dados que levaram um ano para serem produzidos será determinante na execução de diversas obras. Todo o material pode ser encontrado no site da Prefeitura de Três Lagoas: www.trêslagoas.ms.gov.br.


    Fonte: ASSECOM
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS