Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 16 de junho de 2017

    Grupo chileno oferece R$ 11 bilhões pela compra da Eldorado

    Eldorado pertence ao grupo J&F e é uma das gigantes brasileiras de celulose. (Foto: Divulgação)
    O grupo J&F recebeu a primeira proposta formal pela Eldorado Brasil. O grupo chileno Arauco ofereceu mais de R$ 11 bilhões pela fábrica de celulose localizada em Três Lagoas - distante 338 km de Campo Grande. A formalização da venda deve sair nos próximos dias.

    Segundo reportagem do Valor Econômico, a proposta foi feita aos irmãos Batista na quarta-feira. A disputa agora está com a Fibria, controlada pelo Grupo Votorantim, que tem motivos de sobra para comprar a Eldorado, já que está localizada há pouco quilômetros da unidade.

    A Suzado, também interessada, já teria recuado da proposta. O que pesa na decisão da Fibria, assim como a Suzano, é o acordo de leniência que busca aval da 5ª turma do STF (Superior Tribunal Federal) e o TCU (Tribunal de Contas da União), resultado da delação dos irmãos Batista ao MPF.

    Ambas também estariam em busca de preços mais baixos para não afetar seus balanços e retorno aos acionistas, conforme o Valor. Ao jornal tanto a J&F quanto a Fibria e a Suzano, não se manifestaram sobre o assunto.

    Venda - Após delação que acusou de crimes a cúpula da política brasileira, os irmãos Wesley e Joesley Batista iniciaram um processo de capitalização, com venda de seus negócios. Unidades do JBS na Argentina, Paraguai e Uruguai já foram vendidos.

    Ontem, a agência de classificação de risco S&P (Standard &Poor's), a família Batista, pretende vender, em curto prazo, R$ 8 bilhões em ativos da holding J&F. Na relação de negócios a serem comercializados, pode estar a fábrica sul-mato-grossense.

    A venda trás incertezas para a economia sul-mato-grossense, há anos pautada na celulose. Junto com a Fibria, a Eldorado é responsável pelo título de Capital Mundial da celulose dado à Três Lagoas.


    Fonte: campograndenews
    Por: Priscilla Peres
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS