Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 15 de junho de 2017

    Festival em Bonito começa hoje com grande nome do "piano blues" brasileiro

    Adriano Grineberg é atração principal da 4ª edição do Bonito Blues & Jazz Festival de 15 a 17 de junho

    Adriano sobe ao palco na sexta-feira em Bonito © Divulgação
    O feriado começa com 4ª edição do Bonito Blues & Jazz Festival, realizado de 15 a 17 de junho no CMU (Centro de Múltiplo Uso), a partir das 20h.

    Entre as atrações, um dos destaques será o pianista Adriano Grineberg, de São Paulo, considerado um dos maiores nomes do “piano blues” brasileiro. O artista, que acaba de receber o prêmio nacional “Profissionais da Música”, em abril, já tocou com IRA!, Paralamas do Sucesso e Gilberto Gil.

    Nesta quinta feira, a primeira banda a pisar no palco será a Horse Society, liderada pelo guitarrista, cantor e compositor João Ricardo Tognini. Assumidamente influenciados pelo trabalho de Neil Young, a banda traz, uma mistura do mestre canadense com elementos do folk, blues, country e, um classic rock. 

    Na sequência, tem Anderson Rocha, com o Quarteto Lisérgico fazendo um show dos clássicos do Rock e ao Jazz. Para fechar a noite, o trio “Dente de Ouro”,conhecidos da cena musical do Estado, vai subir ao palco com Rodrigo Tozzette, ex vocalista e guitarrista do Bando do Velho Jack.

    Amanhã, sexta-feira, além do esperado Adriano Grineberg, considerado um dos grandes nomes do blues brasileiro, o festival continua com shows da banda Gessy & The Rhivo Trio, que apresenta uma proposta vintage no palco ao som de vários estilos como country, soul, surf music e jovem guarda com canções de Janis Joplin, Etta James e Amy Winehouse.

    O MPBlues também se apresenta com um repertório todo em português e clássicos da música brasileira como Barão Vermelho, Cazuza, Raul Seixas, Celso Blues Boy, Blues Etílicos e Legião Urbana, para quem não sabe, a banda também cantava blues.

    No sábado o festival encerra com apresentação de Samantha Caracante Jazz Quartet, Mestre Blues de Cuiabá (MT) e o sul-mato-grossense Zé Pretim.

    Fonte: campograndenews/Lado B
    Por: Thailla Torres
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS