Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 18 de maio de 2017

    Instituto CCR e CCR MSVia promovem ações contra exploração sexual de crianças e adolescentes

    ​Em apoio ao programa ‘Na mão certa’, da Childhood Brasil, proposta é realizar atividades pela conscientização sobre o tema


    Pelo 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, o Instituto CCR incentiva as empresas do Grupo CCR, entre elas a CCR MSVia, a realizar diversas ações em alusão ao tema, apoiando o programa ‘Na mão certa’, da Childhood Brasil. O foco desse programa é colaborar com soluções efetivas para prevenir e enfrentar a exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras.

    Ao longo do mês, concessionárias do Grupo CCR distribuirão - em praças de pedágio e em campanhas, eventos e locais públicos - folhetos que explicam o que são a violência, o abuso e a exploração sexual e orientam sobre prevenção e como denunciá-los. Também veicularão mensagens em PMVs (painéis de mensagens variáveis) e banners em seus sites divulgando o Disque 100, o Disque-Denúncia da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Haverá, ainda, ações de conscientização junto aos caminhoneiros que utilizam os serviços do programa Estrada para a Saúde.

    Participam desse movimento, além da CCR MSVia, as unidades CCR AutoBAn, CCR ViaOeste, CCR RodoAnel, CCR NovaDutra, CCR ViaLagos, CCR RodoNorte, CCR SPVias, CCR Barcas e CCR Metrô Bahia. As empresas também realizam divulgações a seus colaboradores, incentivando-os a serem agentes multiplicadores das informações sobre o tema.

    Lançado em 2006, o Programa Na Mão Certa congrega as empresas por meio de adesão ao Pacto Empresarial Contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Brasileiras. O objetivo é enfrentar essa grave violação de direitos humanos. O Grupo CCR aderiu ao pacto há dez anos, propondo ações com a finalidade de proteger crianças e adolescentes da exploração sexual nas estradas.

    “Esta campanha é uma constante para o Instituto CCR. É nosso dever atuar como intermediários na batalha contra a exploração sexual infantil. Os usuários dos serviços prestados pelas empresas do Grupo e os internautas que acessam as páginas do Grupo CCR e do Instituto são nosso canal de acesso para um engajamento ainda maior em nossa luta pela proteção da criança e do adolescente. O objetivo é transformar cada um de nós em um agente fiscalizador. E quem vir qualquer atitude suspeita, deve informar pelo disque 100!”, ressalta a gestora do Instituto CCR, Marina Mattaraia.

    Números da violência

    O Disque 100 é o principal canal de comunicação da ouvidoria do Ministério dos Direitos Humanos. Em 2016, registrou 133 mil denúncias de violações de direitos humanos em geral e, desse total, 76 mil se referiam a violações diversas a crianças e adolescentes – dentro desse número, a violação sexual foi citada em 15 mil registros. As denúncias são encaminhadas a órgãos como Ministério Público, Conselho Tutelar, delegacias de Polícia e de Proteção à criança e ao adolescente, ouvidorias e outros serviços.

    Mais sobre a Childhoood Brasil

    Certificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), a Childhood Brasil trabalha para influenciar a agenda de proteção da infância e adolescência no País, em parceria com empresas, com a sociedade civil ou com o governo. A organização tem o papel de garantir que os assuntos relacionados ao abuso e a exploração sexual sejam pauta de políticas públicas e privadas oferecendo informação, soluções e estratégias para os diferentes setores da sociedade.

    Criada em 1999 pela Rainha Silvia da Suécia com o objetivo de proteger a infância e “garantir que as crianças sejam crianças”, a Childhood Brasil é uma organização brasileira que faz parte da World Childhood Foundation (Childhood), instituição internacional que conta com mais três escritórios: Estados Unidos, Alemanha e Suécia.

    Saiba como denunciar

    É possível denunciar qualquer suspeita de abuso ou exploração sexual infantil discando 100, o Disque Direitos Humanos, que funciona 24 horas diariamente, incluindo sábados, domingos e feriados. As ligações podem ser feitas de todo o Brasil por meio de discagem direta e gratuita, de qualquer terminal telefônico fixo ou móvel, bastando discar 100. As denúncias podem ser anônimas, e o sigilo das informações é garantido, quando solicitado pelo demandante. Em casos de emergência, pode-se ligar para a Polícia Militar pelo telefone 190 ou para a Polícia Rodoviária Federal pelo telefone 191.

    Sobre o Instituto CCR

    O Grupo CCR criou em 2014 o Instituto CCR, entidade privada, sem fins lucrativos, para estruturar a gestão de projetos sociais, culturais, ambientais e esportivos apoiados há mais de dez anos pela empresa. O Instituto CCR vai otimizar a utilização de recursos próprios da companhia e oriundos de leis de incentivo em projetos estruturados em quatro áreas: Saúde e Qualidade de Vida; Educação e Cidadania; Cultura e Esporte; Meio Ambiente e Segurança Viária. O Grupo CCR apoia o desenvolvimento sustentável, socioeconômico e cultural nas regiões onde atua, com a experiência de ter levado mais de 500 projetos para 120 cidades que, desde 2003, já beneficiaram 7 milhões de pessoas com investimento de R$ 185 milhões em projetos estruturados. Para saber mais, acesse o site www.institutoccr.com.br.

    Sobre o Grupo CCR

    Fundado em 1999, o Grupo CCR é uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina. Controla, atualmente, 3.265 quilômetros de rodovias sob a gestão das concessionárias CCR NovaDutra (SP-RJ), CCR ViaLagos (RJ), CCR RodoNorte (PR), CCR AutoBAn (SP), CCR ViaOeste (SP), CCR RodoAnel (SP), Renovias (SP), CCR SPVias (SP) e CCR MSVia (MS). Também faz parte do controle acionário da concessionária ViaRio, responsável pela construção e operação do Corredor Expresso Transolímpica, no Rio de Janeiro. O Grupo CCR atua ainda no setor de transmissão de dados de alta capacidade por meio da Samm, empresa prestadora de serviços de comunicação multimídia e conectividade IP com mais de 4.700 quilômetros de fibra óptica subterrânea e aérea. Além disso, o Grupo CCR está presente no segmento de transporte de passageiros por meio das concessionárias ViaQuatro, CCR Barcas e CCR Metrô Bahia, responsáveis, respectivamente, pela operação da Linha 4-Amarela de metrô de São Paulo, pelo transporte aquaviário de passageiros no Rio de Janeiro e pelo sistema metroviário de Salvador e Lauro de Freitas, além de ter participação na concessão do VLT Carioca (Veículo Leve sobre Trilhos), que interligará a região portuária e o centro do Rio de Janeiro. O grupo ingressou, em 2012, no setor aeroportuário, com a aquisição de participação acionária nas concessionárias dos aeroportos internacionais de Quito (Equador), San José (Costa Rica) e Curaçao. No Brasil, possui a concessionária BH Airport, responsável pela gestão do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Em 2015, adquiriu a TAS (Total Airport Services), empresa norte-americana prestadora de serviços aeroportuários. Comprometida com o desenvolvimento sustentável, a CCR assinou o Pacto Global da ONU e, em 2016, faz parte da carteira teórica do ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial), da BM&FBovespa, pelo quinto ano consecutivo. Emprega, atualmente, cerca de 11 mil colaboradores.


    Fonte: ASSECOM
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS