Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 17 de maio de 2017

    Governo entrega 300 casas com prestações até R$ 80 mensais

    Os beneficiários são famílias associadas à Comissão de Regularização de Favelas

    Os beneficiários são famílias associadas à Comissão de Regularização de Favelas © Chico Ribeiro/Assessoria
    O governo do Estado entregou 300 unidades habitacionais nesta quarta-feira (17) em Fátima do Sul – cidade distante 246 quilômetros de Campo Grande. Os beneficiados pagarão entre R$ 25 e R$ 80 mensais.

    Trezentas famílias que vivem em Fátima do Sul realizaram o sonho da casa própria. Nesta quarta-feira (17.5), o Governo do Estado repassou as chaves dos imóveis aos mutuários, que vão pagar de R$ 25 a R$ 80 mensais pela moradia.

    De acordo com a diretora-presidente da Agehab (Agência Estadual de Habitação), Maria do Carmo Avesani Lopez, o residencial foi pensado para famílias com renda mensal de até R$ 1,6 mil. “É um residencial humanizado, que possui duas quadras, dois parquinho e duas academias ao ar livre”, destacou.

    Com total de 42,80 metros quadrados, cada moradia possui dois quartos, sala, cozinha, banheiro e sistema de aquecimento solar. As unidades foram construídas no Loteamento Jardim dos Ipês. Ao todo, o residencial custou R$ 15,1 milhões aos cofres públicos – parceria dos governos Federal, Estadual e Municipal.

    Os beneficiários são famílias associadas à CRF (Comissão de Regularização de Favelas), entidade responsável por todo o processo, da concepção até a execução da obra, por meio do programa Minha Casa, Minha Vida Entidades.

    Também participaram da cerimônia de entrega das chaves a prefeita de Fátima do Sul, Ilda Machado (PR); o vice-prefeito Altair Albuquerque; o superintendente regional da Caixa, Evandro Narciso de Lima; o presidente da Organização Não Governamental CRF (Comissão de Regularização de Favelas), Valdo Pereira de Souza; e a deputada estadual Grazielle Machado (PR), além de vereadores e secretários municipais.

    Fonte: campograndenews
    Por: Lucas Junot
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS