Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 29 de novembro de 2016

    FÁTIMA DO SUL| Ilda Machado tem contas reprovadas e é denunciada por corrupção eleitoral

    Ilda Machado (Foto: Divulgação)

    A conturbada história das eleições municipais de Fátima do Sul vem ganhando novo capítulo a cada dia. Após os dois candidatados – Ilda Machado (PR) e Júnior Vasconcelos (PSDB) -terem seus registros cassados pela Justiça Eleitoral e permanecerem inelegíveis pelo período de 8 anos, na última sexta-feira (25) o MPE (Ministério Público Eleitoral) fez nova denúncia contra a prefeita eleita em 02 de outubro.

    Conforme a denúncia, derivada de longo procedimento de investigação criminal, o MPE acusa Ilda Machado (PR) e outras três pessoas, que seriam os principais apoiadores de campanha da candidata da prática de crime de corrupção eleitoral.

    De acordo com a denúncia, os acusados teriam efetuado a compra de diversos votos durante o período que antecedeu as últimas eleições municipais. O fato que chamou muita a atenção na peça de acusação é que, além do crime que foi captado pelas lentes de uma câmera escondida, no caso conhecido como “Peito de Ouro”, o Ministério Público também descobriu provas de outra compra de votos, na qual a candidata utilizou o mesmo modo de agir, exigindo do eleitor um bilhete escrito contendo a oferta dos votos da família.

    A acusação sustenta que Ilda Salgado Machado praticou o crime comprovadamente por quatro vezes.

    Na sexta-feira (25), mesmo dia em que o MPE apresentou nova denúncia contra Ilda, a Justiça Eleitoral divulgou sentença reprovando as contas apresentadas relativas à sua campanha.

    Na sentença, a prefeita eleita, Ilda Machado teria desrespeitado os princípios da legalidade, transparência e veracidade ao omitir gastos comprovadamente realizados durante o período eleitoral no município Favo de Mel.



    Fonte: Vicentina News
    Link original: http://www.vicentinanews.net/noticia/57766/ilda-machado-tem-contas-reprovadas-e-e-denunciada-por-corrupcao-eleitoral


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS