Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 28 de outubro de 2016

    Prefeitura promete pagar R$ 3,2 milhões à Santa Casa na segunda-feira

    Hospital suspendeu as cirurgias eletivas na quinta-feira. (Foto: Fernando Antunes/ Arquivo)

    Em reunião nesta sexta-feira (28), a Prefeitura de Campo Grande se comprometeu a quitar o débito de R$ 3,25 milhões com a Santa Casa na próxima segunda-feira (31). Por conta do atraso no pagamento, o hospital restringiu o atendimento, suspendendo na quinta-feira (27) as cirurgias eletivas. Todos os dias são realizados cerca de 50 procedimentos.

    Segundo a assessoria do hospital, na reunião entre o prefeito, Alcides Bernal (PP), secretário de Saúde, Ivandro Fonseca, secretário-adjunto, Victor Rocha, e o presidente da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande), Esacheu Nascimento, as autoridades explicaram que houve dificuldade de caixa essa semana.

    Em entrevista, Ivandro Fonseca informou que nesta sexta-feira foram repassados R$ 2,92 milhões referentes ao que eles chamam de pós-fixado, que venceria neste sábado (29), e que os R$ 3,25 milhões serão repassados na segunda-feira (31).

    O chefe da Sesau insiste no argumento de que o atraso nos repasses decorre da falta de assistência do Governo do Estado ao hospital. Segundo ele, existe uma dívida do executivo estadual no valor de R$ 8 milhões com a Santa Casa. “Quem salva a saúde pública de Campo Grande é o governo federal e o município”, diz.

    Mas nem o diretor da AGCG, entidade que administra a Santa Casa, reconhece este débito. “Dívida não existe, eles estão repassando R$ 500 mil via município e isto está em trânsito. Existia um compromisso de janeiro a dezembro do ano passado”, diz Esacheu Nascimento. O secretário de Estado de Saúde, Nelson Tavares, não foi localizado pela reportagem.

    O caso 

    Na quinta-feira (27), a Santa Casa suspendeu as cirurgias eletivas por conta do risco de desabastecimento de produtos, entre eles medicamentos. O presidente da ABCG, que administra o maior hospital de Mato Grosso do Sul, disse que o atraso no repasse tem ocorrido nos últimos três meses, o que atrapalha o pagamento de médicos e fornecedores.

    Para se ter ideia da dimensão dos atendimentos por meio do SUS (Sistema Único de Saúde) na Santa Casa, a cada dia são realizadas média de 50 cirurgias eletivas. Os chamados procedimentos gerais, incluindo ambulatórios e PS, variam entre 18 mil a 19 mil por mês.

    Somente no pronto-socorro são pelo menos 6 mil atendimentos mensalmente, conforme informou a assessoria de imprensa do hospital.



    Fonte: campograndenews
    por: Christiane Reis
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/cidades/capital/prefeitura-promete-pagar-rs-3-2-milhoes-a-santa-casa-na-segunda-feira

    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS