Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 7 de outubro de 2016

    Hospital Regional de Ponta Porã promove atividades em comemoração ao Dia das Crianças

    As pedagogas, Maria Oreni e Zelia, durante apresentação para os pais e crianças na brinquedoteca do Hospital Regional de Ponta Porã - Foto: Julieta Romeiro

    Os funcionários do Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, entre eles pedagogos, irão promover diversas atividades na brinquedoteca do Hospital em comemoração ao Dia das Crianças. De acordo com a professora responsável pela brinquedoteca, Maria Oreni, o objetivo é oferecer às crianças em tratamento momentos de atenção, carinho, respeito e solidariedade.

    Serão desenvolvidas uma série de atividades, tanto para as crianças quanto para os pais, como teatro de fantoches, momentos com músicas infantis para que as crianças possam dançar e se divertir, e pinturas com lápis de cor, giz de cera e tinta guache. Também haverá a entrega de brinquedos, que estão sendo arrecadados pelo Hospital.

    A professora Maria Oreni conta que diariamente as crianças recebem atenção e fazem exercícios e brincadeiras na brinquedoteca, mas a semana da criança é especial. “É importante promovermos este tipo de ação, porque sabemos que assim levaremos alegria para quem precisa permanecer internado no Hospital”.

    A dona de casa, Luciana Siqueira, é mãe da pequena Brenda Raieli Siqueira e conta que a brinquedoteca é um setor que tem feito diferença na recuperação da sua filha. “O ambiente hospitalar deixa minha filha agitada, quando ela começa a chorar eu trago ela até a brinquedoteca e logo ela se acalma, pois aqui tem brinquedos e atividades para ela se distrair e esquecer que está internada”, explicou a mãe.

    As brincadeiras e atividades lúdicas também tem feito diferença no quadro evolutivo de Daniel de Marchi Teixeira. O empresário, Ronaldo Adriano Teixeira, diz que o espaço dedicado às crianças, assim como as atividades desenvolvidas são essenciais no Hospital Regional. “Meu filho estava bastante inquieto devido às medições, mas o quadro muda quando Daniel fica na brinquedoteca. Aqui ele se distrai e esquece da dor. As brincadeiras o estimulam e prendem a atenção, fazendo o tempo passar mais rápido. A iniciativa desse espaço e da semana da criança é ótima”, disse Teixeira.

    “A realização deste tipo de atividade com as crianças muitas vezes mostra um avanço positivo no quadro clínico das crianças internadas”, completou a enfermeira do setor de pediatria, Ludmilla Moura.



    Fonte: ASSECOM

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS