Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 1 de setembro de 2016

    Unidade Cassems Carandá completa um ano oferecendo diversas opções de atendimento

    A estrutura dispõe de 11 médicos distribuídos em 7 especialidades além de 8 dentistas.

    Unidade Cassems Carandá - Divulgação

    Inaugurada em setembro de 2015, a Unidade Cassems Carandá completa um ano de atendimento oferecendo aos beneficiários da Caixa dos Servidores vários profissionais em diversas especialidades. A estrutura dispõe de 11 médicos divididos em 7 especialidades e, desde a sua inauguração, já foram realizados mais de 10 mil atendimentos. Além de atendimento médico, a Unidade oferece também 8 dentistas distribuídos em Clínica Geral, Odontopediatria e Endodontia. A Unidade Cassems Carandá fica na Rua Boipeva, 184, Carandá Bosque I, e funciona de segunda à sexta das 7h às 11h, no período matutino, e das 13h às 17h, no período vespertino. Para agendar sua consulta, o beneficiário deve ligar nos seguintes telefones: consulta médica 3312-2101, consulta odontológica 3312-2104 e para a triagem de Psicologia 3325-9610. A Unidade não realiza pronto atendimento, apenas atendimento ambulatorial.

    A Unidade Cassems Carandá dispõe das seguintes especialidades: Clínica Geral, Ortopedia, Pediatria, Ginecologia, Fonoaudiologia, Psicologia e Nutrição. De acordo com o supervisor administrativo da Unidade Cassems Carandá, Thiago Alves da Silva, oferecer várias opções de atendimento é um dos objetivos da Caixa dos Servidores.

    “Esta Unidade é mais uma opção de atendimento que o beneficiário Cassems tem dentro da nossa Rede Própria. A Unidade Cassems Carandá oferece 11 médicos de 7 diferentes especialidades médicas. O planejamento estratégico da Cassems é tentar oferecer ao beneficiário uma unidade perto da sua casa. Em nove meses, esta unidade já atingiu mais de 10 mil atendimentos”, conta Silva.

    A professora e beneficiária Nicéia de Paula Silva salienta justamente essa disponibilidade de especialidades que, normalmente, são mais difíceis tanto na rede pública quanto na privada. “A minha filha tem déficit de atenção e se eu não tivesse a Cassems não conseguiria ter feito nem o diagnóstico dela. Hoje, graças a Cassems, a minha filha tem vários médicos trabalhando com ela, primeiro, ela se consultou com um neuropediatra que a encaminhou para uma psicóloga e para um fonoaudiólogo. Foi assim que descobrimos o problema dela”, explica a professora.

    Nicéia ainda conta a satisfação de ver a melhora da filha após o início do tratamento com os profissionais da Caixa dos Servidores. “Depois que iniciou o tratamento pela Cassems, ela já melhorou muito, inclusive a autoestima dela está alta. Eu fico bastante emocionada de notar a melhora dela porque ela sofreu muito. Fico demasiadamente feliz quando ela chega em casa com notas altas. Me dá uma tranquilidade enorme saber que ela está nas mãos de bons profissionais oferecidos pela Cassems”, agradece Nicéia.

    O presidente da Cassems, Ricardo Ayache, destaca a importância de aumentar a Rede Própria de atendimento para melhorar o acesso ao atendimento aos beneficiários. “Esta Unidade tem uma grande importância porque é um espaço onde nós podemos oferecer mais atendimento e isso amplia a nossa Rede Própria porque facilita a fidelização dos profissionais de saúde, ou seja, a gente consegue atrair mais profissionais que atendam dentro das nossas estruturas e isso melhora o acesso ao atendimento de todos os nossos beneficiários. Esta é uma política que nós adotamos há vários anos e que oferece aos nossos beneficiários uma unidade estruturada, de qualidade, com um atendimento humanizado e, além de tudo, a possibilidade de ter acesso mais facilitado à assistência à saúde”, afirma Ayache.

    O presidente explica ainda como é importante a verticalização da rede para a garantia de uma melhor qualidade no atendimento aos beneficiários. “Esta política que nós chamamos de verticalização da rede de atendimento é procurar oferecer um maior número de procedimentos, de especialidades médicas de todas as áreas da saúde dentro das nossas unidades. Isso tem garantido para nós uma grande satisfação dos beneficiários porque encontra com maior facilidade o profissional desejado e também tem a garantia da qualidade do atendimento dentro dos padrões que nós desejamos entregar para todos os nosso beneficiários”, finaliza Ayache.



    Fonte: ASSECOM

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS