Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 19 de setembro de 2016

    Hélio Peluffo diz que está pronto para “tirar Ponta Porã do marasmo”

    Candidato do PSDB tem “sonho antigo” de administrar cidade onde o pai foi prefeito e promete fazer 150 mil m² de asfalto em Ponta Porã

    Hélio Peluffo Filho, candidato do PSDB à prefeitura de Ponta Porã (Foto: Divulgação)

    O arquiteto Hélio Peluffo Filho (PSDB) disputa, pela segunda eleição consecutiva, o cargo de prefeito de Ponta Porã, cidade a 323 km de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai. Em 2012, ele foi derrotado pelo atual prefeito e candidato à reeleição Ludimar Novais (PDT).

    Entre as propostas de trabalho apresentadas em entrevista, o candidato tucano promete fazer 150 mil metros quadrados de asfalto na cidade e diz que tem projetos para “tirar a cidade do marasmo”.

    “É um sonho antigo trabalhar pela minha cidade. Meu pai foi prefeito, a política está no sangue. Mais do que nunca desejo ser prefeito para tirar Ponta Porã do marasmo e da paradeira que toma conta da cidade. Na única pesquisa registrada até agora, 69,42% dos entrevistados dizem que a cidade piorou nos últimos três anos e meio. Quero ser prefeito para Ponta Porã voltar a crescer”, afirmou Peluffo, que já foi vereador e secretário municipal de Planejamento, de Obras e de Governo.

    Com planejamento, criatividade e trabalho, segundo Hélio Peluffo, é possível driblar a crise que atinge todo o país. “Ponta Porã hoje é a quinta economia do Estado e não paga o piso nacional dos professores. Há municípios com menor poder econômico que pagam. Então se trata mais de competência e capacidade de gestão do que necessariamente falta de recursos. Na crise, o caminho é somar esforços, fazer parcerias que ajudem a alcançar objetivos comuns. Nós estamos fazendo isso com o governador Reinaldo Azambuja e vamos buscar mais aliados nas bancadas estadual e federal para nos ajudar a reativar o progresso do município”.

    Saúde 

    Apesar da falta de recursos do SUS em todo o país, o candidato tucano afirma ter projetos para melhorar o atendimento à população de Ponta Porã.

    “Tem que gastar de forma correta os recursos disponíveis. Em Ponta Porã, o governo do Estado acaba de reassumir e transferir a administração do Hospital Regional para uma organização social de saúde. Com isso, a prefeitura pode investir mais na atenção básica, contratando mais médicos e especialistas. Um dos projetos nossos é criar o Centro do Idoso para atender a população da terceira idade. O município não tem um médico geriatra sequer”, afirmou.

    Outra proposta do candidato tucano é ampliar o atendimento no distrito de Nova Itamarati, criado no ano passado nos assentamentos rurais implantados há mais de uma década na antiga fazenda Itamarati.

    “Nós temos que ter ambulâncias especiais para rodar na Itamarati (veículos traçados, com suspensão elevada) e cuidar melhor da nossa gente. Com parcerias, planejamento e boa gestão, é possível”, promete.

    Fronteira em guerra 

    Hélio Peluffo afirma que é preciso “separar os dois lados” da fronteira com o Paraguai, feita, segundo ele, por “gente ordeira e trabalhadora”, mas que por ação de uma minoria sofre com as consequências do crime organizado.

    “É importante mostrar ao país que o crime envolve uma minoria de pessoas que procuram refúgio por aqui e atuam, sobretudo, no tráfico de drogas. Como fazer isso? Retomando o progresso de Ponta Porã, criando eventos, atraindo empresas industriais de grande e médio porte, reforçando o valor do nosso agronegócio e da agricultura familiar. Vamos fortalecer a imagem positiva da fronteira, que é muito maior e mais verdadeira”.

    Asfalto 

    Hélio Peluffo, que na campanha colou sua imagem à do governador Reinaldo Azambuja e do deputado estadual Flávio Kayatt, promete pavimentar pelo menos 150 mil metros quadrados de ruas e avenidas nos bairros.

    “Vamos contar com o apoio do governo do Estado para ampliar o recapeamento de vias pavimentadas. Vamos, junto com o governo estadual, concluir a pavimentação asfáltica do anel viário, desviando assim o tráfego pesado nas ruas centrais e modernizando a logística de transportes. Outro ponto será constituir a patrulha mecanizada permanente para realizar a manutenção de vias públicas. Outro projeto nosso é implantar a Via Expressa Norte-Sul na área dos trilhos que cortam o centro da cidade”, afirmou.

    Habitação 

    O candidato do PSDB afirma que Ponta Porã amarga um déficit de pelo menos cinco mil moradias e que para enfrentar o problema é preciso buscar parcerias com o Estado e a União. “Uma das propostas é entregar cesta de material de construção para ampliação de residências, estimular programas habitacionais para faixas diversificadas de renda e utilizar novas tecnologia de construção para fazer mais com menos”.

    Para a educação, Peluffo diz que seu primeiro compromisso será pagar o piso nacional aos professores. “Vergonhosamente, o município é um dos poucos que ainda sonegam o direito dos profissionais de educação e, consequentemente, prejudica as nossas crianças. Meu compromisso é construir novas escolas, entregar uniforme material didático todos os anos, melhorar as atuais escolas com lousa branca, ar condicionado nas salas e modernos laboratórios de tecnologia”.

    O tucano também promete entregar notebooks aos professores e tratar a educação “como prioridade”.

    Hélio Peluffo resume em uma frase o motivo pelo qual o eleitor deve votar nele: “Tenho experiência, bons aliados, amo essa terra e estou pronto para fazer Ponta Porã voltar a crescer”.




    Fonte: campograndenews
    por: Helio de Freitas, de Dourados
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/politica/helio-peluffo-diz-que-esta-pronto-para-tirar-ponta-pora-do-marasmo

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS