Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 30 de setembro de 2016

    Candidatos de Campo Grande comparam propostas na TV Morena

    Sete candidatos participaram de debate na noite desta quinta-feira (29). Combate à corrupção, trânsito, transporte e saúde foram alguns temas.

    Candidatos à prefeitura de Campo Grande participam de debate na TV Morena (Foto: Carla Salentim/G1 MS)

    Sete candidatos à prefeitura de Campo Grande participaram do debate na TV Morena na noite desta quinta-feira (29). Durante cerca de duas horas, os candidatos apresentaram propostas para áreas como combate à corrupção em obras públicas, emprego, lazer, saúde, trânsito, transporte coletivo, saneamento básico. O debate foi mediado pela jornalista Lucimar Lescano.

    Participaram do debate sete candidatos que são de partidos ou coligações que têm mais de nove representantes na Câmara dos Deputados, regra estabelecida pela lei eleitoral para a realização de debates. São eles (da esquerda para direita na posição do estúdio): Alcides Bernal (PP), Marquinhos Trad (PSD), Rose Modesto (PSDB), Alex do PT, Marcelo Bluma (PV), Coronel David (PSC) e Athayde (PPS).

    O debate teve quatro blocos: o primeiro e o terceiro tiveram temas determinados; o segundo e o quarto tiveram temas livres; no quarto e último bloco, os candidatos fizeram as considerações finais.

    Os candidatos tiveram 30 segundos para perguntas, um minuto e 30 segundos para respostas, 45 segundos para réplica e 45 segundos para a tréplica.

    No primeiro bloco, os candidatos falaram sobre temas determinados, definidos por sorteiro, assim como a ordem das perguntas. Marquinhos perguntou a Bernal sobre trânsito – onda verde. Rose perguntou a Alex sobre saúde – contratação de médicos especialistas. Alex fez a terceira pergunta à Rose sobre servidores públicos. Bluma perguntou a Marquinhos sobre transporte - valor da tarifa de ônibus. Bluma teve direito de resposta sobre fala de Marquinhos. Bernal foi quem fez a quinta pergunta a Athayde sobre saúde - construção de postos de saúde. Coronel David perguntou sobre lazer - manutenção de praças públicas para Bluma. Quem encerrou a primeira rodada foi Athayde, com pergunta sobre demissão de comissionados a Coronel David.

    No segundo bloco, foram perguntas com temas livres e cada candidato pôde responder até duas perguntas. Marquinhos perguntou para Rose sobre a construção de casas populares. Rose perguntou a Marquinhos sobre plano diretor. Athayde perguntou para Marquinhos sobre emprego dele na Assembleia Legislativa. Coronel David perguntou para Athayde sobre transparência pública. Alex perguntou para Bernal sobre educação e transporte público. Bernal perguntou a Coronel David sobre invasões de imóveis. Bluma pergunta para Rose sobre confiança nas promessas de campanha.

    No terceiro bloco, os candidatos voltaram a fazer perguntas determinadas, mas dessa vez cada candidato pôde responder até duas perguntas. Athayde perguntou a Bluma sobre combate à corrupção em obras públicas. Bluma perguntou a Bernal sobre geração de empregos. Marquinhos escolheu Coronel David para responder sobre saneamento básico – tratamento de esgoto. Coronel David ficou encarregado de fazer a quarta pergunta da rodada sobre concurso público para Alex do PT. Bernal perguntou sobre lixo – coleta seletiva para Athayde. Alex fez a sexta pergunta para Bernal sobre vagas em creches. Rose perguntou sobre o último tema, pavimentação – qualidade do asfalto, a Bluma.

    No quarto bloco, o tema foi livre. Bluma perguntou a Athayde sobre as pesquisas eleitorais. Rose perguntou para Alex sobre falta de transparência na prefeitura. Alex perguntou para Marquinhos sobre voto a favor de Nelsinho Trad e Luiz Henrique Mandetta, que foram indiciados por improbidade administrativa por fraude no Gisa pelo Ministério Público e CPI da Saúde, da Assembleia Legislativa. Athayde perguntou para Bernal sobre eleição para diretores na Rede Municipal. Marquinhos perguntou para Rose sobre gastos com publicidade. Bernal perguntou para Coronel David sobre segurança pública. Coronel David perguntou para Marquinhos sobre situação financeira do município.

    Antes do término do debate, os candidatos fizeram as considerações finais.

    Alex do PT

    “Agradeço, Lescano, a sua grande participação, os candidatos, candidata Rose, à população que nos assiste até a essa hora. Agradeço a Deus a oportunidade de estar aqui fazendo esse debate. Participando na condição de candidato a prefeito da minha querida Cidade Morena, minha querida cidade de Campo Grande. Agradeço à minha família que está me apoiando. À minha esposa Fânia, minha filha, meu pai, meus irmãos. Agradeço o meu vice Mário que participou efetivamente da nossa campanha, que andou comigo pela cidade. Agradeço principalmente a você que está aí nos ouvindo, nos acompanhando e que tem nos apoiado nas nossas iniciativas, nas nossas propostas. Estou no meu quarto mandato de vereador. Não pesa nenhuma denúncia contra mim, nenhuma acusação. Saio da Câmara de cabeça erguida. Saio da Câmara com a consciência do dever cumprido. E saio também com a ideia, com a convicção, de que é possível fazer uma nova gestão na nossa querida Cidade Morena. Uma gestão democrática, compartilhar o poder, descentralizar, fazer com que as propostas sejam realmente executadas. Nós vamos fazer a diferença. É por isso que eu lhe convido: não caia no conto das sereias, das pesquisas. Vamos votar no dia 2 de outubro, votar 13 para mudar definitivamente os rumos da nossa cidade.”

    Marquinhos Trad (PSD)

    “Quero agradecer à TV Morena, parabéns pela organização. Lamento o fato de todos os candidatos não estarem aqui. Eu sou Marquinhos Trad, 52 anos de idade, casado com Tatiana. Obrigado por tudo Tatiana. Obrigado ao Nosso Senhor. Obrigado às minhas quatro filhas. À Andressa, obrigado à Mia, obrigado à Mariana e à Alice. Estou pronto, preparado fazer Campo Grande levantar de novo. Vou ser um prefeito para terminar as obras dos Ceinfs. Vou ser um prefeito para devolver uma saúde eficiente e eficaz, que vai valorizar os públicos funcionários da saúde com salários e planos de cargos e carreira. Vou ser prefeito que vai devolver a você educador a autoestima. Vou ser prefeito que vai reorganizar o sistema praças e parques, vou dar mobilidade urbana como a nossa capital necessita e do jeito que nós precisamos. Pode ter certeza. Eu sou correto, eu sou decente, e você sabe disso. Eu tenho minha própria história, tenho meu nome em todos os bairros da cidade. Me dá um voto de confiança.”

    Athayde (PPS)

    “Quero agradecer à TV Morena em nome da Lucimar. Quero agradecer a todos que nos acompanharam. Meu vice Valente, minha esposa Tânia, Rafael, o Athayde Neto, a Larissa que, junto com esse processo, sofremos juntos. Meus pais e todos aqueles que estão nessa caminhada cívica. Esse processo maravilhoso de recuperação do Brasil. Você, eleitor, eleitora, jovens que estão aí desiludidos, desencantados com a política. É importante que você tenha. É importante que você faça, inclusive, algo que o nosso Manoel de Barros, nosso poeta maior dizia: vamos ser fazedores de amanhecer. Temos que construir um novo momento na nossa cidade. É nesse momento que você precisa transformar o seu voto. Numa arma poderosa contra a corrupção. Numa arma poderosa contra aqueles que se apropriam do dinheiro público. Contra os fantasmas. Contra todos aqueles que transformam o poder em uma extensão do interesse familiar. Isso nós temos que enfrentar. É esse o pedido que eu faço a você. Como diz Martin Luther King: o que incomoda não são os gritos dos corruptos, dos desonestos, dos fantasmas. O que incomoda mesmo é o silêncio dos bons. E você é bom. Você pode vir com a gente. Somos todos prefeitos. Athayde 23.”

    Marcelo Bluma (PV)

    “Quero agradecer à TV Morena e dizer a você que nos assiste agora que, diferente do que foi dito pelo candidato orientado pelo seu marqueteiro 'eu não fico verde de vergonha', fico verde de orgulho porque sou do PV que não está nesse lamaçal de denúncia de corrupção, de ladroagem, roubalheira de dinheiro público, do nosso dinheiro, me orgulho. E você está vendo que nível chegou a política em Mato Grosso do Sul e Campo Grande. A gente vê as notícias nas páginas policiais. Agora até assombrações apareceram nessa campanha. Vamos mudar, pessoal. É a hora de dar o troco neles. Chega. A gente não aguenta mais. Eu não sou político profissional, não tenho mandato desde 2012. Cumpri meu mandato com dignidade e estou na iniciativa privada. Levanto todos os dias cedo para trabalhar. Você que está indeciso, pensando em jogar seu voto fora, não faça isso. Participe. Me dê uma oportunidade. Sou engenheiro, tenho experiência, sei administrar, quero muito ter o seu apoio para mudar isso. Não tenho compromisso com grupos empresariais, familiares, tenho compromisso com Campo Grande. Então quero dizer para você Morena, não da Coffee Break, mas da Cidade Morena, fique com esse Moreninho aqui que vai te fazer feliz.”

    Alcides Bernal (PP)

    “Quero agradecer a TV Morena, a Lucimar e todos os candidatos a prefeito pela oportunidade que você, telespectador, que nos acompanha, agora, uma hora e onze minutos. Quero dizer que Campo Grande não pode se deixar iludir com programas cinematográficos, por marqueteiros. Administrar uma cidade exige moralidade, eficiência, compromisso, justiça, paz e desenvolvimento. Nós não podemos brincar com coisa séria. Vejam o que aconteceu em nossa cidade. Veja o que nós sofremos. É hora de ter um gestor com coragem para enfrentar os problemas e eficiência para resolver. Há poucos dias atrás, nós vimos uma pessoa estar atrás das grades. Gilmar Olarte é o nome dele. Vinculado a uma candidata que agora se apresenta tentando se esquivar dessa pessoa. Há poucos dias atrás, também vimos alguém negando o próprio sobrenome para tentar se desvencilhar de coisa errada. Campo Grande tem um povo inteligente, trabalhador, que sabe o que quer. Então, domingo que vem, está nas suas mãos fazer justiça. Caso contrário, jogaremos ladeira abaixo o trabalho da polícia, do Ministério Público e do Judiciário. Não permitamos que venham brincar com a nossa cidade e com o futuro da nossa gente. São quatro anos, por isso eu peço a você a oportunidade. Vote 11.”

    Rose Modesto (PSDB)

    “Quero agradecer aqui também à TV Morena a oportunidade. Quero agradecer aos demais candidatos pela oportunidade de estar aqui debatendo com Campo Grande, uma pena que não foi no nível que a cidade merece. Quero agradecer toda a minha família pela força, pelo apoio. Quero agradecer toda a nossa equipe que caminha conosco, que está caminhando. Agradecer ao meu vice Claudio Mendonça. Dizer aqui ao Marcelo Bluma se todo crime de um político fosse sentar na trave de ser a Morena mais bonita de Mato Grosso do Sul, meu crime seria a falta de humildade, mas tem muita morena mais bonita do que eu. Mas se todo crime fosse esse, esse país estaria muito melhor. Dizer ao candidato Bernal que Olarte foi o vice escolhido por ele, que cada um responde por seus atos, e que você vai responder pelos seus. Que são 19 ações que o senhor é réu no Tribunal de Justiça. E dizer para vocês que o motivo de estar aqui como candidata é porque dá para fazer mais com planejamento, com gestão, com um grupo, com uma boa equipe é possível. Sempre defendi o cargo público, sou filha de doméstica e de um ajudante de pedreiro. E sei que posso ser e serei a primeira mulher prefeita eleita pelo voto direto e tenho a obrigação de fazer uma boa administração por tudo que aprendi. Peço seu voto para o 45.”

    Coronel David (PSC)

    “Agradecer à TV Morena pela realização do debate e elogiar a nossa amiga Lucimar pela competência que mediou esse debate. Agradecer a minha esposa Ana, meu filho Gabriel, minha família, minha vice Juliana, que nos ajudou muito nessa caminhada, bem como nossos candidatos a vereador. Eu venho de uma origem muito humilde. E venci na vida graças à determinação, à vontade e na raça, sem depender de ninguém. Entrei muito jovem no serviço público e me aposentei e estou no início da minha carreira política. E agradeço a cada um que nos recebeu em sua casa, na rua, na empresa e que sempre nos deu apoio para que chegássemos até aqui. Dizer para você o seguinte: no próximo domingo, pense bem em quem você vai votar. Para que as coisas não continuem como estão, bem ruins para os campo-grandenses. Campo Grande precisa de um administrador e uma equipe competente, honesta e que possa ter coragem de resolver os graves problemas da nossa cidade. Por isso eu peço o seu voto, para que juntos, no dia 2 de outubro, nós possamos fazer a diferença. Vote certo. Vote Coronel David. Vote 20.”





    Do G1 MS

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS