Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 28 de setembro de 2016

    Apuração descobre que 86% dos que recebem Bolsa Família são empresários

    Listagem também traz nomes de quem fez doação para campanha

    Informações foram apresentadas hoje em coletiva - Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado

    Iniciado em julho, o pente-fino feito pela prefeitura de Campo Grande a pedido do Ministério Público Federal (MPF) encontrou indício de várias irregularidades em beneficiários do Bolsa Família. De 5,2 mil pessoas que recebem o benefício na Capital, 86% são empresários ou microempresários.

    O levantamento feito pela Secretaria Municipal de Políticas de Ações Sociais e Cidadania depois de investigação do MPF resultou em listagem com 5.232 nomes de pessoas que provavelmente recebem o benefício irregularmente. Os nomes serão divulgados ainda hoje pela prefeitura.

    Do total de investigados, há confirmação de irregularidade em 192 casos, e 50 pessoas já tiveram o Bolsa Família bloqueado. Todos os meses, pagamento do benefício tem impacto de R$ 4 milhões na conta da prefeitura. Ainda não há levantamento do rombo causado pelos beneficiários irregulares.

    A apuração descobriu, ainda, que entre os beneficiários havia 86 pessoas que doaram dinheiro para campanhas eleitorais e os valores são superiores ao que elas recebem. Outros 11 são servidores públicos e também há indício que 153 beneficiários já faleceram, mas parentes continuaram recebendo os valores.

    Em média, o benefício pago é de R$ 150 por mês.




    Fonte: Correio do Estado
    Por: ALINY MARY DIAS E MARESSA MENDONÇA
    Link original: http://www.correiodoestado.com.br/cidades/campo-grande/apuracao-descobre-que-86-dos-que-recebem-bolsa-familia-na-capital-sao/287815/

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS