Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 30 de agosto de 2016

    Prazo para saque do abono salarial termina nesta quarta (31)

    PIS/Pasep| Mais de um milhão de pessoas ainda não retiraram o valor; após o fim do prazo, a quantia retornará para o Fundo de Amparo ao Trabalhador

    O benefício é equivalente a um salário mínimo (R$ 880)

    Termina nesta quarta-feira (31) o prazo para os trabalhadores que têm direito a sacar o abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2014.

    Mais de um milhão de pessoas ainda não retiraram o benefício no valor de R$ 880, de acordo com o Ministério do Trabalho.

    O saque pode ser feito em qualquer agência da Caixa Econômica Federal, no caso do PIS, ou do Banco do Brasil, no caso do Pasep.

    Caso o trabalhador não retire o valor até o fim do prazo -- que já foi previamente prorrogado e não será adiado mais uma vez--, ele voltará para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e não estará mais disponível.

    Quem tem direito? 

    O abono salarial ano-base 2014 foi concedido àqueles que trabalharam por pelo menos 30 dias com carteira assinada e tiveram salário médio de até dois salários mínimos em 2014.

    Além disso, era preciso estar inscrito no PIS/Pasep há no mínimo cinco anos e ter tido o nome informado pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). Já os servidores públicos que se aposentaram depois de 2014 e cargos comissionados em instituições públicas devem verificar se têm direito.

    No site do Ministério do Trabalho, foi publicada uma lista com o nome de todos os trabalhadores que até a última quinta-feira (25) ainda não haviam feito o saque. Para realizar a consulta, é necessário acessar o endereço e clicar no banner “Abono Salarial”, localizado na parte superior da tela.

    Com a data de nascimento e o número do CPF ou do PIS/Pasep, o cidadão também pode conferir se tem ou não direito ao benefício no portal específico do abono salarial.

    A informação também é cedida pelo telefone Alô Trabalho, número 158, que recebe ligações gratuitamente de telefones fixos de qualquer lugar do País, além dos canais de contato da Caixa (0800-726 02 07) e do Banco do Brasil (0800-729 00 01)





    Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério do Trabalho

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS