Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 26 de agosto de 2016

    Guerreiro empenha conquistas para o Hospital Auxiliadora

    Foto: Nelson Tavares (secretário de saúde), Ângelo Guerreiro (deputado estadual) -e Eduardo Otoni (diretor administrativo do Hospital) - Divulgação

    O deputado estadual, Ângelo Guerreiro, reuniu-se nesta semana com o secretário de Estado, Nelson Tavares, para tratar de assuntos referentes a saúde de Três Lagoas, principalmente quanto ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, sendo representado pelo diretor administrativo, Eduardo Otoni.

    O deputado sempre lutou pelo apoio financeiro dos municípios vizinhos que encaminham pacientes para o hospital de Três Lagoas. Atualmente estes pacientes são atendidos mesmo sem a atualização do repasse da PPI (Programação Pactuada e Integrada), o que gera custo e déficit financeiro.” Eu não desisti, o resultado não depende somente de mim. Visitar os municípios e solicitar apoio dos prefeitos foi um trabalho desenvolvido com seriedade e respeito as pessoas e ao meu trabalho. Agora, o resultado foi concretizado nesta reunião”, destacou o parlamentar.

    Com apoio do Estado, os municípios farão repasses a administração de Três Lagoas, que por sua vez fará repasse ao hospital.

    O empenho do Guerreiro junto ao Estado também resultou no aumento de 62 novas vagas para cirurgias eletivas, dobrando a quantidade atual, a partir do dia 1 de setembro. “ Esta conquista , aumento de 100% das eletivas para Três Lagoas e região somente foi possível devido ao empenho do deputado Guerreiro junto ao governo do Estado”, ressaltou Otoni.

    Do total mensal de 127 eletivas, 10 serão cirurgias de alta complexidade ortopédica, nunca feitas anteriormente no hospital pelo Sistema Único de Saúde. As cirurgias para pacientes serão feitas através via regulação de vagas do Estado.

    Na reunião, também ficou definido que o Estado irá arcar com os custos de laudos de raio-x e tomografia dos usuários do SUS, aliviando as despesas do hospital.



    Fonte: ASSECOM

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS