Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 9 de agosto de 2016

    ELEIÇÕES 2016| Dos 29 vereadores de Campo Grande, 25 vão tentar a reeleição este ano

    Da lista, somente um parlamentar disputará a eleição para prefeito

    Câmara Municipal de Campo Grande. (Foto: Fernando Antunes).

    Dos 29 vereadores de Campo Grande, 25 tentarão se reeleger este ano. Às vésperas da campanha, os três vereadores de Campo Grande, que haviam desistido da reeleição, confirmaram a decisão, após o período de convenções partidárias. Mario Cesar (PMDB), Aírton Saraiva (DEM) e Herculano Borges (SD) não serão candidatos este ano. Marcos Alex (PT) disputará a eleição, mas para prefeito da Capital.

    Como havia dito desde que retornou ao Legislativo Municipal, após ser afastado da função de presidente, ano passado, Mario Cesar afirmou que levou em consideração pedido da família e o desgaste sofrido durante o mandato. “A Coffe (Break, operação do Gaeco), não foi preponderante, mas passamos por um desgaste muito grande e nós não cometemos nenhuma ilegalidade”, disse, voltando a dizer que o processo de cassação de Alcides Bernal (PP), alvo da operação, foi legítimo.

    Durante a convenção do DEM, na sexta-feira (5), Aírton Saraiva (DEM) oficializou a desistência da disputa para reeleição. Descartou que o motivo tenha sido a Coffee Break, afirmando que a decisão tem a ver com seu projeto político para 2018, quando pretende se candidatar a deputado estadual.

    O vereador Herculano Borges (SD) também atribui à projeções futuras a não disputa na eleição. O parlamentar é o primeiro suplente do PSDB, na Assembleia Legislativa, e aposta em uma possível eleição de Ângelo Guerreiro (PSDB) na prefeitura de Três Lagoas, para assumir seu lugar.

    Quem havia batido o martelo sobre não se candidatar, mas mudou de ideia foi o vereador Edil Albuquerque (PTB). O parlamentar relacionou ao pedido da família, amigos e colegas de partido para tentar o quinto mandato de vereador. “Eles pediram que eu revisse e decidi por ser candidato”.

    Coffee Break 

    Os parlamentares entrarão em campanhas em meio a operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), que investiga possível esquema de cassação de Bernal, em março de 2014. Questionados, os parlamentares envolvidos afirmam que a ação não os prejudicará durante a campanha dizem que os fatos relacionados na denúncia não são verdadeiros.

    Na sessão de hoje, os parlamentares começaram a voltar as discussões para a eleição deste ano. Uns ressaltando que têm orgulho do mandato e outros criticando a atual gestão municipal.




    Fonte: campograndenews
    Por: Mayara Bueno
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/politica/dos-29-vereadores-de-campo-grande-25-vao-tentar-a-reeleicao-este-ano

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS