Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 31 de agosto de 2016

    Deputado Cabo Almi quer urgência na apuração da morte do soldado PM

    A morte ocorreu na divisa do Brasil com o Paraguai

    deputado estadual Cabo Almi - Divulgação/ALMS

    O Deputado estadual Cabo Almi(PT) 2º secretário, protocolou junto a mesa diretora, requerimento formal, para que seja adotada medidas diplomáticas de urgência junto ao governo do Paraguai no sentido de se acompanhar a apuração das investigações para possibilitar a prisão dos verdadeiros autores e responsáveis pelo assassinato do brasileiro, Soldado da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, Douglas Danilo Vitória Duarte, ocorrido no dia 27 de agosto em Pedro Juan Caballero, na fronteira do Brasil e Paraguai.

    O requerimento segue para o secretário de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa e o secretário da Casa Civil Sérgio de Paula. O que se espera, sugere o deputado, é o envolvimento direto dos órgãos de inteligência e segurança pública de Mato Grosso do Sul, junto às forças de segurança do Paraguai para a elucidação, mais urgente possível deste bárbaro, repugnante e reprovável assassinato de um jovem que vivia para o trabalho e sua família.

    Conhecido pelo nome de “guerra” Soldado PM Duarte, era também fisioterapeuta na Policlínica da PM-MS. Ele foi covardemente alvejado com cinco tiros, segundo informações, teria ocorrido por engano, haja vista que, o PM-Duarte não tinha desafetos que pudessem praticar tamanha crueldade, lhe usurpando a vida.

    Vamos acompanhar de perto o desenrolar das investigações, queremos uma solução urgente. Não se pode tirar a vida de um ser humano de forma, brutal e banal sem a mínima possibilidade de defesa, afirmou Cabo Almi.





    Fonte: ASSECOM

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS