Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 3 de agosto de 2016

    Deputado Cabo Almi exige a devolução da taxa de vistoria cobrada indevidamente pelo Detran

    deputado estadual Cabo Almi (PT) - Divulgação/ALMS

    O deputado estadual Cabo Almi (PT) 2º secretário da mesa diretora da Assembleia Legislativa, apresentou hoje (02/08) requerimento para que seja expedido ofício ao presidente do Detran-MS, Gerson Claro e ao secretário da Casa Civil Sérgio de Paula, solicitando que seja informado o montante arrecadado com a cobrança de vistoria periódica veicular instituída pela portaria nº 032/14, que obrigava a vistoria em veículos a partir de cinco anos de uso.

    Além da quantidade arrecadada, Cabo Almi também quer saber para onde foram esses recursos cobrados ilegalmente no período de 19 meses, iniciado no governo do PSDB no Mato Grosso do Sul.

    Vale ressaltar que a bancada do PT sempre se colocou contra essa cobrança, por entender que era ilegal e foi criada tão somente para arrecadar recursos para engordar os cofres do Estado e penalizar o cidadão mais pobre que possui um carro usado. 

    Vamos exigir do governo do Estado que devolva o dinheiro dos que pagaram essa taxa. Ela foi criada no final de 2014 pelo governador André Puccinelli (PMDB) e implantada sua cobrança no governo do Reinaldo Azambuja(PSDB) no início de 2015.




    Fonte: ASSECOM

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS