Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 24 de agosto de 2016

    Corumbá, Coxim e Jardim recebem atendimento com ‘Cassems Itinerante’ neste fim de semana

    O programa foi criado para amenizar as dificuldades da população do interior do Estado no acesso à medicina especializada.

    Divulgação

    O programa de prevenção “Cassems Itinerante” leva atendimento a cinco municípios no próximo fim de semana. Criado para amenizar as dificuldades da população do interior do Estado no acesso à medicina especializada, o programa atual pontual, mas eficazmente, nos locais onde não há disponibilidade desses serviços na Rede Própria ou na Credenciada. Na sexta-feira (26), Corumbá recebe o neurocirurgião Eurico Ribeiro Feltrin e Coxim recebe a endocrinologista Ana Xavier. No sábado (27), o psiquiatra Antônio Carvalho e a geriatra Aline Eloisa atendem em Jardim e Coxim recebe a psiquiatra Karina Cestari.

    Em 2016, o programa já atendeu mais de 2.500 beneficiários e para a diretora de Assistência à Saúde da Cassems, Maria Auxiliadora Budib, o sucesso desse programa depende muito da parceria dos profissionais de saúde em aceitar o deslocamento para realizarem os atendimentos no interior. Segundo ela, é feito um levantamento sobre a demanda de cada Unidade Regional da Caixa dos Servidores.

    “Nós criamos o cronograma baseado nas necessidades locais, analisando sempre a viabilidade administrativa e também do profissional, dessa forma, montamos o calendário que é divulgado com antecedência para os nossos beneficiários”, conta a diretora.


    O presidente da Cassems, Ricardo Ayache, lembra que a falta ou a má distribuição de médicos, que tem sido tema de debates nacionais, levaram a Caixa dos Servidores a criar o programa. “Nós sabemos o quanto sofremos com a ausência de profissionais em nossas regionais e hospitais. Começamos a criar um grupo de profissionais diferenciados, interessados em caminhar conosco neste atendimento itinerante e que, sobretudo, tenham a esperança de minimizar os problemas de atendimento no interior”, ressalta.



    Fonte: ASSECOM

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS