Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 28 de julho de 2016

    Reconstituição de morte de major é programada para a próxima semana

    Crime aconteceu durante briga na residência do casal, no dia 12 de julho - Foto: Mariane Chianezi / Portal Correio do Estado

    Reprodução simulada da morte do major da Polícia Militar, Valdeni Lopes Nogueira, de 44 anos, deve ser feita na próxima semana. É o que espera o delegado responsável pelo inquérito Cláudio Zotto, da 7ª Delegacia de Polícia Civil.

    Valdeni foi baleado pela esposa, a tenente-coronel Itamara Romeiro Nogueira, 40 anos, no dia 12 de julho.

    Delegado informou que solicitação para a reprodução simulada do caso, popularmente conhecida com reconstituição, já foi enviado ao Instituto de Criminalística e ele aguarda resposta. Ainda não há data marcada.

    Além disso, delegado continua ouvindo testemunhas e depoimento de familiares do major, que serão ouvidos por carta precatória por morarem em outra cidade e também aguarda laudos da perícia e corpo de delito. Inquérito deve ser finalizado no dia 13 de agosto .

    Caso

    No dia do crime, a briga entre o casal começou porque o major desistiu de viagem de férias do casal. Ela estava marcada para o dia seguinte. Segundo versão de Itamara, ele não apresentou justificativa para a desistência e, durante a briga, começou a agredi-la com socos no rosto e braços.

    Além das agressões, Valdeni Lopes teria dito que pegaria arma no carro e que atiraria na cabeça da esposa. Nesse momento, ela fez dois disparos contra ele. Valdeni foi socorrido e levado até a Santa Casa, mas não resistiu.

    Itamara afirma que agiu em legítima defesa, já o Ministério Público concluiu que o crime foi premeditado e cometido para se vingar das traições do marido.

    Em documento entregue a Justiça, o MP ressalta que pelo treinamento da oficial, ela poderia ter atirado apenas uma vez e atingido parte menos vital de Valdeni. Segundo a Polícia Civil, a tenente-coronel atirou duas vezes contra o major, mas só um tiro atingiu o abdômen da vítima.



    Fonte: Correio do Estado
    Por: Gláucea Vaccari
    Link original: http://www.correiodoestado.com.br/cidades/campo-grande/policia-espera-que-reconstituicao-de-morte-de-major-seja-na-proxima/283296/

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS