Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 19 de julho de 2016

    Justiça manda soltar tenente-coronel que matou marido major com tiro

    Tenente coronel Itamara Nogueira ao lado do marido major Valdeni Nogueira (Foto: Divulgação/ Facebook)

    A Justiça decretou que a tenente coronel da Polícia Militar Itamara Romero Nogueira, 40 responda pelo assassinato do marido em liberdade. O pedido da revogação da prisão preventiva foi deferido pelo juiz Alexandre Tsuyoshi Ito e a policial pode ser solta a qualquer momento. A policial foi presa em flagrante na última terça-feira (12) e está detida no presídio militar de Campo Grande.

    Embora, a justiça tenha concedido que Itamara responda em liberdade, recomendou que ela não pode se ausentar da cidade e terá que comparecer em juízo trimestralmente para responder sobre o processo.

    O Ministério Público Estadual já tinha se manifestado a favor do requerimento da defesa concordando com a alegação de que não há requisitos para que a Itamara permanecesse presa, já que a acusada não tem antecedentes criminais, tem trabalho e residência fixa, uma filha menor de idade que depende de seu sustento e, por enquanto, não há nenhum indício de que ela pretende fugir.

    Entramos em contato com o advogado da tenente coronel, José Roberto Rosa, contudo o defensor não quis comentar sobre a decisão.

    O processo de Itamara está na Justiça Estadual. O caso não ficou na Justiça Militar, porque a morte não ocorreu durante o trabalho dos oficiais.

    Caso 

    Segundo vizinhos, na tarde de terça-feira (12), o casal estava discutindo e por volta das 16h30 a mulher teria efetuado ao menos dois disparos contra o marido. Com a chegada da PM, Itamara teria se trancado na residência e se negado a entregar a arma, mas confessou o crime.

    Valdeni, que também era cantor sertanejo, foi resgatado por uma equipe do Corpo de Bombeiros e encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.


    Fonte: campograndenews
    Por: Guilherme Henri e Michel Faustino
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/cidades/capital/justica-manda-soltar-tenente-coronel-que-matou-marido-major-com-tiro

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS