Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sexta-feira, 15 de julho de 2016

    CAMAPUÃ| Maschion quer atrair empresas ao município para melhorar saúde e educação

    Divulgação

    Pré-candidato a prefeito de Camapuã, Alvelino Maschion quer atrair empresas para gerar mais renda no município e garantir educação de qualidade e atendimento de saúde digno. “Se melhorar o setor produtivo, vamos arrecadar mais e sobrará recursos para investir em saúde, educação e assegurar qualidade de vida à população”, declarou.

    O plano de Maschion, popularmente conhecido como “Melância Docinha”, é diversificar a produção. “Reconheço que criar boi é ótimo, mas temos que abrir outras oportunidade, apostar no leite, na mandioca, em galpões de frangos e suínos com seus abatedouros, a exemplo da região sul do Estado”, defendeu.
    Divulgação

    A confiança no sucesso de outras culturas cresceu ainda mais após o pré-candidato visitar a segunda maior cooperativa do Brasil e uma das melhores fecularias do país. “Vamos tentar atrair investimentos desta envergadura para a cidade. Isso vai valorizar as terras, melhorar o comércio e fazer a renda girar”, reforçou.

    Como exemplo, Maschion citou o desempenho da produção de mandioca no Paraná. “Lá, o produto já é o quarto em renda agrícola, só perde pra soja, milho e trigo”, destacou. “Camapuã é assustada com cooperativas e farinheiras, temos que apagar esse passado de coisas que não deram certo. Hoje, a situação é outra, tudo melhorou no agronegócio”, completou.

    Além da vontade de aumentar a arrecadação da prefeitura “para tentar realizar o sonho dos camapuanenses”, o pré-candidato a prefeito pelo PSD garante uma administração de respeito ao dinheiro público. “Nunca roubei, não roubarei e não permitirei que roubem no meu eventual governo. Vamos fazer uma fiscalização sistemática nas finanças públicas”, declarou.

    Sobre experiência administrativa, Maschion destaca trajetória de 20 anos como gerente de banco e chefe de crédito rural, além de dois anos na assessoria executiva na Prefeitura de Camapuã. “Sei administrar, tenho ideias para gerar empregos e tenho humildade para copiar iniciativas que deram certo em outros municípios, como Naviraí, Sidrolândia e outros”, finalizou.





    Fonte: ASSECOM
    Por: Lidiane Kober

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS