Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    domingo, 24 de julho de 2016

    A trágica história da garota que vive em uma bacia



    Rahma Haruna enfrenta uma batalha diária: a jovem sofre com má-formação e dores crônicas. Sem saber o diagnóstico da filha, a família luta por atendimento médico especializado.

    Sua mãe, Fadi, explica que a garota nasceu normal, mas que, a partir dos 6 meses, começou a enfrentar dificuldades para se mexer e nunca chegou a aprender a engatinhar. Além disso, ela passou a sofrer com dores, que surgiram no estômago, causando muita febre, e foram para os membros.

    Logo Rahma ficou completamente incapacitada, dependendo dos familiares para as atividades mais básicas, como se alimentar ou tomar banho. Para transportar a menina, a solução encontrada pelos pais de origem humilde foi colocá-la em uma bacia.
    Rahma Haruna

    A maior parte da responsabilidade por Rahma foi assumida por seu irmão mais novo, que a banha e a leva para passear todos os dias.

    Mesmo que a jovem já tenha se consultado com vários médicos, a doença ainda é um mistério. A família revelou que até mesmo alguns profissionais da área disseram que Rahma foi atingida por um ser sobrenatural da mitologia islâmica.


    Mesmo com todas as dificuldades, a família luta como pode para encontrar as causas da condição e dar um tratamento digno para a garota, que também não desiste de seus sonhos: "Agradeço a Deus em tudo que faço. Eu quero abrir um negócio, uma mercearia ou qualquer coisa em que as pessoas possam comprar, isso é o que eu quero".
    Rahma Haruna



    FONTE(S): THE SUN / MEGACURIOSO

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS