Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    08/02/2019

    Prefeitura investirá R$ 7,90 milhões em reformas de postos, escolas, construção de pontes e conclusão de terminal

    ©DIVULGAÇÃO
    ​Até o final do primeiro trimestre, a Prefeitura de Campo Grande vai iniciar 14 frentes de obras, com investimento de quase R$ 8 milhões (R$ 7.954.523,98) . O secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, já assinou ordem de serviço para reforma de cinco unidades básicas de saúde; três escolas e já está em andamento a reforma da Escola de Governo. Serão construídas sete pontes na zona rural e executadas as obras complementares do terminal intermodal.

    Na área de saúde serão investidos R$ 729,9 mil na reforma das Unidades Básicas de Saúde do Serradinho, Jardim Itália e dos conjuntos habitacionais Iracy Coelho, Cohab e Maria Aparecida Pedrossian. São prédios antigos que receberão pintura, melhorias nas instalações elétricas e hidráulicas, além de reparos na cobertura.

    Com investimento total de R$ 868.173,55 serão reformadas as escolas municipais Antônio José Paniago, Arlindo Lima e na Danda Nunes, onde as obras custarão R$ 562.53,57. Estão previstas melhorias nas instalações elétricas, hidráulicas, substituição do forro da cobertura do pátio, limpeza e substituição de calhas; colocação de piso tátil; adequação do prédio para as regras de acessibilidade e projeto de segurança e prevenção de incêndio cobrado pelo Corpo de Bombeiros. Está prevista ainda a retirada e aplicação de um novo piso na quadra coberta e mudança da cobertura; construção de bancos de alvenaria no pátio e de um balcão de atendimento.

    Terminal Intermodal também está no pacote de obras

    A Escola Antonio José Paniago, no Jardim Itamaracá, com 1.200 alunos, receberá a primeira reforma praticamente deste sua fundação, em 1986. Ao longo destes 32 anos de funcionamento, só recebeu de melhoramento, a pintura do prédio em 2005. Além de revisão geral das instalações elétricas e hidráulicas, com investimento de R$ 175.206,95 serão reconstruídas três salas de aula destruídas num incêndio .

    Será programada a revitalização das instalações do Horto Florestal onde funcionava um centro de convivência. O espaço será reformado e readequados para abrigar um refeitório, sala de gastronomia, além de espaço para a Secretaria de Assistência Social promover cursos e oficinas. No Horto as obras custarão R$ 623.885,18.

    Erosão no Gameleira

    Já foi assinada também a ordem de serviço para as obras de controle da erosão que ameaça o Bairro Novo Século e um trecho da Avenida Gury Marques. Serão investidos R$ 2.480.356,95 na execução do projeto que prevê a construção de uma barragem de nove metros de altura no Córrego Gameleira .. Além da barragem, o projeto prevê a construção de um vertedouro de cinco metros, em forma de tulipa , semelhante ao existente no Lago do Amor.

    De acordo com o secretário adjunto de Infraestrutura, Ariel Serra, quando a água da chuva atingir a cota máxima suportada pela barragem, o excedente vai cair neste vertedouro, espécie de poço profundo, e voltará ao curso normal do córrego, por onde escoará sem ampliar a voçoroca.

    Segundo ele, a cratera aberta será fechada gradativamente com o próprio sedimento retido na barragem. A obra chegou a ser licitada há quatro anos, mas não foi levada adiante porque na época a empreiteira vencedora da concorrência desistiu do contrato.

    Construção de pontes

    Está com ordem de serviço a construção de sete pontes na zona rural de Campo Grande, um investimento de R$ 449.213,46. São duas pontes sobre o Rio Anhandui, uma na divisa com o município de Nova Alvorada do Sul, com 60 metros, estratégica para o escoamento da produção de soja e cana de açúcar e outra, na estrada vicinal de acesso à Escola Municipal 8 de Dezembro e a MS-040. O pacote inclui também pontes sobre o Córrego Água Limpa (que garante a passagem do transporte dos alunos da Escola Onira). Na região do Aguão será construída uma nova ponte sobre o Córrego Ceroula (divida com Terenos); duas no córrego Buriti (divisa com Ribas do Rio Pardo) e outra , no Ribeirão da Lontra.

    Pacote de obras

    Reforma de 5 Unidades Básicas – R$ 729.915,89

    Serradinho – Iracy Coelho – Cohab- Jardim Itália e Maria Aparecida

    Reforma de Escolas – R$ 868.173,55

    Escolas Antônio José Paniago, Arlindo Lima e Danda Nunes

    Controle de erosão no Gameleira- R$ 2.490.356,95

    Reforma da Escola de Governo – R$ 1.134.576,07

    Conclusão das obras do Terminal Intermodal – R$ 3.313.523,36

    Reforma do prédio da SAS – R$ 226.417,81

    Revitalização do antigo centro de convivência do Horto – R$ 623.885,18.


    ASSECOM



    Imprimir