Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    05/02/2019

    Equipe de Enfermagem da Cassems inicia cronograma de treinamentos de 2019

    Além de atualizações técnicas, os enfermeiros também tiveram foco ao cuidado próprio.

    ©DIVULGAÇÃO
    Na manhã do última sábado (02), a equipe de Enfermagem da Rede Própria da Cassems deu início ao calendário de treinamentos de atualizações teóricas e práticas de Suporte Básico de Vida (SBV). Participaram do primeiro curso as equipes administrativas e de Enfermagem de todas as unidades de atendimento da Caixa dos Servidores da Capital.

    A enfermeira Jucliene Souza é uma das mais novas do quadro de enfermeiras da Caixa dos Servidores. Para ela, esse investimento em capacitação oferecido pela Cassems dá maior respaldo aos colaboradores.

    “ Esses cursos de aperfeiçoamento são ótimos para a gente atender melhor o nosso beneficiário. A gente não sabe as intercorrências que podem acontecer numa consulta. Nós aprendemos tudo isso nos cursos de graduação que fazemos, porém, a Cassems sempre realiza treinamentos para salientar alguns pontos essenciais. Eu fico contente por a empresa sempre nos proporcionar esses cursos”, explica.

    Já Maria Petronilia é enfermeira da Cassems há 17 anos e, para ela, a troca de experiências e a congregação entre os profissionais é muito importante. “Eu acredito que encontros como esse nos traz novos conhecimentos, aborda temas novos do nosso dia a dia. A gente fica disperso, cada colega numa unidade, então, a diretoria fez esse evento que nos une e, dessa forma, a gente pode trocar experiências. Tudo que aprendemos aqui vai nos ajudar no nosso trabalho”, avalia.

    Amanda Tokko é coordenadora do Centro de Prevenção da Cassems em Dourados. Amanda destaca que as atualizações repassadas às equipes ajudam bastante para um melhor atendimento. 

    “A importância de estar aqui é a interação entre a equipe e também para atualizar os profissionais de saúde para que possamos atender nossos beneficiários com maior excelência. Sempre tem um enfermeiro responsável a frente da equipe e, quando a gente se junta, nos conhecemos melhor, sabemos das vivências de cada um”.

    A enfermeira Sandra Regina, que é coordenadora técnica de Enfermagem da Cassems, salienta que a Caixa dos Servidores realiza esses encontros periódicos buscando uma melhor capacitação para os seus profissionais de Enfermagem.

    “Todo ano, a gente faz um periódico com a equipe para sanar as dúvidas sobre, entre outros assuntos, parada respiratória, para que eles estejam prontos caso chegue algum beneficiário com essa urgência. Então, todo ano, a gente realiza treinamentos logo no início do ano com toda a equipe técnica de enfermagem dos Centros Médicos de Campo Grande”.

    O Centro Médico e de Diagnóstico Avançado (CMDA) da Cassems é uma das estruturas da Caixa dos Servidores que realiza atendimento ambulatorial com diversas especialidades. A coordenadora do CMDA, Juliene Wengrat, explica que esse tipo de qualificação é muito importante.

    “Nós que estamos na linha de frente do atendimento, a qualificação é muito importante para essa equipe que vivencia o dia a dia da unidade. Além da parte técnica, a humanização e o cuidado com o nosso beneficiário é muito importante. A equipe gosta muito desses treinamentos continuados porque eles estão sendo vistos também cuidadores desses pacientes.”.

    Para o gerente da diretoria de Assistência à Saúde da Cassems, Wellington Martins, os treinamentos constantes realizados são necessários porque a Rede Própria de atendimento da Caixa dos Servidores é bem extensa e com vários tipos de perfis.

    “Hoje, nós estamos recebendo o grupo de Enfermagem da nossa Rede Própria, com o intuito de trabalhar a educação permanente nessas unidades. O tema de hoje foi atualização e urgência e emergência. Numa unidade onde a gente dispõe de inúmeros atendimentos e de diversos perfis, a educação permanente é de suma importância, de forma que nós estamos respaldados caso haja alguma intercorrência”.

    A diretora de Assistência à Saúde da Cassems, Maria Auxiliadora Budib, conta que esses treinamentos são realizados constantemente buscando o aperfeiçoamento dos colaboradores para lidar com situações de maior risco. “Nós vamos fazer um ciclo de treinamentos de suporte básico de vida. Muitas vezes em nossas unidades, os pacientes crônicos, mais idosos ou de maiores riscos, podem apresentar sinais iminentes que podem acontecer uma parada cardíaca, uma arritmia, uma síndrome do pânico, sinais que mostram que a gente tem que estar alerta e não desprezar o atendimento prioritário”.

    A diretora informa ainda que, além da questão técnica, o treinamento deste ano frisou no cuidado com o profissional. “Hoje, o foco da palestra é o profissional de Enfermagem, o cuidado consigo, a sua autoestima, a valorização do seu descanso, da sua família, da sua vida. Esse profissional está de frente com muitas doenças, muitas tragédias, e ele vai mascarando, cuidando dos outros sem cuidar de si. Em campo Grande, a gente tem visto desfechos desfavoráveis de equipes de enfermagem. Então, hoje nós vamos cuidar de quem cuida”.

    ASSECOM



    Imprimir