Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    03/12/2018

    Maracaju caminha para o desenvolvimento com Cidade Empreendedora

    Município que aderiu ao programa do Sebrae há dois meses já recebeu capacitações; reuniões de desburocratização de processos; e planejamentos para Agroindústrias e Educação Empreendedora

    ©Lucas Copetti
    No mês de setembro, Maracaju aderiu ao Cidade Empreendedora, desenvolvido pelo Sebrae em parceria com a Prefeitura Municipal. Desde então, o município já recebeu diversas ações do programa para acelerar a economia local, com base em oito pilares: Mapeamento de oportunidades; Desburocratização; Sala do Empreendedor; Compras locais; Liderança; Cultura empreendedora e inovação; Plano de Desenvolvimento Econômico; e Desenvolvimento empresarial.

    A oficina do Mapa de Oportunidades definiu Agroindústrias como eixo prioritário a ser trabalhado pelo programa, e foi a partir dessa definição que ocorreu a elaboração, junto à comunidade, de um plano de desenvolvimento para o setor, determinando estratégias que vão consolidá-lo, como a implementação de benefícios fiscais; desenvolvimento de um selo de qualidade dos produtos; criação e implantação de parques lineares; e outros.

    Em outubro, os empresários da cidade tiveram a oportunidade de participar de uma série de capacitações: o Empretec, que desenvolveu habilidades e competências empreendedoras; cursos de Planejamento Estratégico e Gestão de Marketing; e palestra sobre o futuro do varejo com o especialista Fred Rocha.
    ©Lucas Copetti 
    Atuando no pilar de Desburocratização, o programa promoveu duas reuniões para organizar padrões de formalização de empresas por meio da Rede Simples, simplificando e tornando o processo mais ágil.

    Já para fortalecer a cultura empreendedora no município desde cedo, o Sebrae, a Secretaria Municipal de Educação e a Assistência Social de Maracaju construíram um plano de Educação Empreendedora para 2019, com capacitação de professores e orientadores; os cursos Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP) e Crescendo e Empreendendo; e palestra de sensibilização do Programa JEPP; ações estas que irão disseminar aos alunos das instituições de ensino conhecimento sobre empreendedorismo.

    Sala do Empreendedor

    Visando conectar o empreendedor à gestão municipal, estimular a regularização de negócios, facilitar a abertura de empresas e oferecer serviços ao Microempreendedor Individual (MEI), a Sala do Empreendedor também é um dos focos de trabalho do Cidade Empreendedora. 

    Nos municípios que ainda não possuem o espaço, o programa auxilia na implantação. Aqueles que já contam com a Sala, como é o caso de Maracaju, recebem um diagnóstico para estruturação, acompanhamento e reorganização do local, com o objetivo de agilizar os processos e implementar novas operações.

    A Sala do Empreendedor de Maracaju ganhou uma nova identidade visual e uma urna para início de pesquisas de satisfação dos clientes atendidos, que mensuram os principais serviços solicitados e avaliam os serviços. Já os atendentes foram capacitados em temas relacionados à gestão empresarial e ao MEI.

    Em novembro, por meio da Sala, os empreendedores de Maracaju receberam consultorias de Gestão Financeira, palestra sobre como identificar oportunidades de negócios e um Dia do Crédito, que possibilitou o acesso a novas linhas de financiamento.

    Serviço

    Mais informações sobre o programa Cidade Empreendedora em Maracaju são obtidas na Prefeitura Municipal pelo telefone (67) 3454-1320 ou ainda pelo e-mail: imprensa@maracaju.ms.gov.br. Já os interessados em conhecer mais sobre a metodologia do programa e detalhes sobre os trabalhos realizados em Mato Grosso do Sul devem entrar em contato com a Central de Relacionamento do Sebrae no telefone 0800 570 0800.

    ASSECOM


    Imprimir