Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    14/12/2018

    JUTI| Município comemora 31 anos nesta sexta-feira (14)

    Povoado no sul do Estado sofreu impulso de ocupação com a exploração da erva-mate; hoje, IBGE estima que 6,8 mil pessoas vivem no município

    Juti comemora seu 31º aniversário de emancipação nesta sexta-feira ©DIVULGAÇÃO
    O município de Juti –a 320 km de Campo Grande– completa 31 anos de sua emancipação político-administrativa nesta sexta-feira (14), em meio às celebrações natalinas. Com 6,8 mil habitantes, conforme estimativas do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) deste ano, e formado pela sede e a comunidade de Porto Felicidade, o município foi criado pela lei 800, de 1987, assinada pelo então governador Marcelo Miranda Soares.

    Após a chegada dos primeiros moradores à região dos campos de Santa Luzia em novembro de 1898, a povoação efetiva da região começou nos anos 1910, motivada, como em várias comunidades do sul do Estado, pela extração da erva-mate. Dez anos depois, a vila se tornou um grande centro comercial com 2,5 mil moradias e lojas. Em 1929, era criado o Distrito de Paz de Santa Luzia, mais trade denominado Juti, integrando a Vila de Caarapó –transferido anos depois.

    Em 1946, após o Território Federal de Ponta Porã ser desfeito e o arrendamento dos ervais pela Companhia Mate Laranjeira ter início, a região sofreu êxodo populacional, e a Vila de Santa Luzia se transformou em um ponto de passagem. Mais de 40 anos depois veio o ato de emancipação, criando o município de Juti.

    Atualmente, o município é administrado por Elizângela Biasotti (a Laka, MDB). Celebrações alusivas ao aniversário da cidade ocorrem junto com festejos natalinos –nesta sexta, sábado e domingo, por exemplo, foi anunciada a presença do Papai Noel na Praça de Eventos da cidade.

    Fonte: campograndenews
    Por: Humberto Marques



    Imprimir