Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    27/12/2018

    FRONTEIRA| Se passando por policiais, pistoleiros executam jovem com mais de 20 tiros

    Suspeitos estavam encapuzados, com coletes e armas longas

    ©DIVULGAÇÃO
    Cleiton Gustavo Valdez Martinez, de 21 anos, foi executado na noite de ontem, em Ponta Porã. Dois pistoleiros se passando por policiais invadiram a residência do jovem, localizada na Rua Guaiba, no Bairro Altos da Glória, onde atiraram mais de 20 vezes contra ele, na frente de outras pessoas que estavam no local.

    Segundo o boletim de ocorrência, por volta das 22 horas os executores chegaram usando coletes, capuz e portando armas longas de grosso calibre. Eles entraram no quintal do imóvel, onde Cleiton mexia no som do carro com o cunhado, o abordaram alegando serem da polícia e logo em seguida começaram a atirar. 

    Testemunhas que estavam na varanda disseram que a dupla chegou em um veículo vermelho, que não souberam identificar se era um Palio ou um HB20. Após a ação, os criminosos fugiram. De acordo com a perícia, uma das armas usadas é um fuzil calibre 762. Por estarem encapuzados, os autores ainda não foram identificados.

    No local foram apreendidos 11 cartuchos deflagrados, quatro partes de projéteis, um celular e uma carteira com documentos pessoais. O caso será investigado pela 2ª Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã. Apesar de os suspeitos serem desconhecidos, não é descartado acerto de contas do crime organizado.

    Por RENAN NUCCI



    Imprimir