Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    02/12/2018

    Discussão por espetinho teria motivado assassinato de açougueiro

    PM era morador de Ivinhema, mas estava lotado no batalhão de Novo Horizonte do Sul

    PM Ezequiel fugiu e foi encontrado caído ao lado de seu carro, próximo a Escola Sidney Carlos Costa ©DIVULGAÇÃO 

    Antes de cometer suicídio, o policial militar Ezequiel Ferreira, lotado em Novo Horizonte do Sul, matou o empresário Flávio Fernandes, de 38 anos, com cerca de 6 tiros. O motivo seria uma discussão por espetinho, mas a Polícia Civil investiga o caso.

    Os tiros atingiram o olho direito, nuca, ombro, abdômen, virilha e na região lombar. A discussão ocorreu na Casa de Carne Costelão & Cia, no Bairro Guiray.

    Informações do Ivinotícias apontam que a PM foi acionada para atender uma briga, mas ao chegar ao local, o PM Ezequiel sacou a arma e atirou vários vezes contra Flávio e seus colegas.

    Enquanto Flávio era atendido pelo Corpo de Bombeiros, Ezequiel fugiu e foi encontrado caído ao lado de seu carro, próximo a Escola Sidney Carlos Costa. A suspeita é de suicídio.

    O PM era morador de Ivinhema, mas estava lotado no batalhão de Novo Horizonte do Sul.
    Vítima sendo atendida ©DIVULGAÇÃO
    ©ARQUIVO PESSOAL

    Fonte: campograndenews
    Por: Danielle Valentim


    Imprimir