Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    16/12/2018

    Dez motoristas perdem CNH por beber e dirigir e outros três são presos

    As detenções são de pessoas que se envolveram em acidentes após a ingestão de bebidas alcoólicas

    Carro parado na fiscalização do BPtran, na Avenida Afonso Pena com a Rua São Jorge, em Campo Grande ©Divulgação/BPtran
    Durante a blitz da Lei Seca neste sábado (dia 16), 10 motoristas foram flagrados por beber e dirigir. A fiscalização ocorreu nas avenidas Afonso Pena e Zahran, além da Rua Ceará. Outras três pessoas foram presas por se envolver em acidentes, após ingestão de álcool.

    Segundo o comandante do BPtran (Batalhão de Polícia de Trânsito), tenente-coronel Franco Alan, foram 20 multas entre embriaguez e outras irregularidades. No entanto, não houve prisão, já que os motoristas notificados por beber e dirigir apresentaram índices inferiores a 0,34 mg/l.

    Nestes casos, a fiscalização recolhe a CNH do motorista, recebe multa de R$ 2.934,70 e perde sete pontos na carteira, além de ter o veículo recolhido.

    Foram 41 testes de bafômetro, usado para identificar a ingestão de álcool. Um motorista não apresentou habilitação e também foi notificado.

    Prisões

    Três homens foram presos também na noite de ontem por beber e dirigir e ainda se envolver em acidentes com vítimas. Um homem de 38 anos conduzia um Volkswagen Pampa no Bairro Amambaí quando atropelou um pedestre.

    A polícia foi chamada e o teste de bafômetro constatou ingestão de 0,87 mg/l. A vítima de 58 anos foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros para Upa (Unidade de Pronto Atendimento) do Leblon com ferimentos aparentemente leves. Testemunhas disseram que a vítima atravessou de forma imprudente.

    No mesmo bairro, um homem de 42 anos dirigia um Fiat Uno pela Rua Almirante Barroso, quando ao cruzar a Rua Perseverança não parou na sinalização indicativa e bateu em um Volkswagen Fusca, conduzido por um homem de 55 anos. A vítima foi levada para UPA da Vila Almeida.

    O primeiro motorista foi submetido ao teste e foi constatada a ingestão de 0,70 mg/l, praticamente o dobro do limite entre infração e crime de trânsito.

    A terceira prisão da noite foi na BR-163, quando um homem de 33 anos foi preso por apresentar 0,75 mg/l. Segundo o boletim de ocorrência, ele saiu da pista na altura 473 quando conduzia outro carro. Ele teria abandonado o local e, depois, retornou com uma Hilux branca. Uma equipe da PRF (Polícia Rodoviária Federal) estava na região e aplicou o teste.

    Fonte: campograndenews
    Por: Mayara Bueno



    Imprimir