Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    06/12/2018

    Deputados ampliam condições de regularização previstas no projeto “Morar Legal”

    ©DIVULGAÇÃO
    Visando ampliar os benefícios do programa de regularização de contratos de imóveis populares, uma comissão formada por cinco deputados reuniu-se com a diretora – presidente da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab), Maria do Carmo Avesani Lopez, para dialogar a respeito de dar mais condições aos moradores irregulares. 

    Segundo o deputado estadual Amarildo Cruz (PT), a proposta dos parlamentares prevê uma adição de benefícios que possibilita à população sul-mato-grossense com imóveis irregulares de aderir ao programa e regularizar suas moradias. “Há conjuntos habitacionais em Mato Grosso do Sul com mais de 20 anos e com isso ainda não foram regularizados. A ampliação desses benefícios dá mais condições de ampliar a adesão ao Programa “Morar Legal”.

    Entre as condições apresentadas pelos parlamentares estaduais, há o aumento de desconto de pagamento à vista de 70% para 80% e o parcelamento dos imóveis em até 60 vezes.

    Participaram também da reunião os deputados Rinaldo Modesto, Mara Caseiro, Enelvo Felini e Onevan de Matos. 

    O Programa Morar Legal visa regularizar a situação das famílias que compraram casas pertencentes à Agehab.

    ASSECOM


    Imprimir