Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    10/12/2018

    Aproximadamente 200 pessoas participaram da cerimônia de premiação sábado (8)

    ©DIVULGAÇÃO
    A imprensa de Mato Grosso do Sul que retrata o agronegócio, foi homenageada nesse sábado (8) com o Prêmio Sistema Famasul de Jornalismo, edição 2018. Foram 70 inscrições válidas, julgadas por profissionais da comunicação e do agro, que premiaram 18 jornalistas e estudantes. O tema do prêmio proposto pela Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul – Sistema Famasul foi: “O agro como produtor de água: Iniciativas sustentáveis de MS que preservam os recursos hídricos”.

    “Este foi um tema extremamente atual. Mato Grosso do Sul em seus 41 anos de existência demonstra claramente que, ciência, empreendedorismo e continuidade de pesquisa, sempre levarão à sustentabilidade e, mais do que isso, aumento da produtividade tão necessária para nós do agro, para podermos atender essa demanda crescente que temos por alimento”, destacou o presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, ao elogiar o trabalho desempenhado pela imprensa sul-mato-grossense.

    Os critérios de avaliação consideraram a abordagem do tema; coerência editorial; originalidade; criatividade e pertinência das informações apresentadas.

    O jurado foi composto por profissionais nacionais da comunicação e especialistas do setor, entre eles: Daniel Carrara (diretor executivo do Senar Central); Sérgio Ranallli (Folha de Londrina); Cleber Soares (diretor-executivo de Pesquisa e Desenvolvimento); Cristiano Zaia (Valor Econômico); Vera Ondei (Revista Dinheiro Rural) e Luciano Pires (Café Brasil). 

    Mauricio Saito anunciou o tema da edição 2019: "A tecnologia do campo conectada com a cidade".

    Na cerimônia de premiação, apresentada pelo jornalista da Rede Globo, Phelipe Siane, também participaram o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan e os diretores da Famasul, Mariana Urt e Marcelo Bertoni.

    Confira os finalistas do Prêmio Sistema Famasul de Jornalismo, edição 2018:

    Telejornalismo

    1º lugar - Veículo TV Morena – jornalista: Edvaldo Nascimento - Produtores de MS dão exemplo do uso racional da água no campo 

    2º lugar - Veículo SBA – jornalista: Rosa Cabral – Produtores preservam rio que abastece 50% da população de Campo Grande (MS)

    3º lugar - Reportagem TVE – jornalista: Luana Rodrigues – Hortas Hidropônicas

    Impresso

    1º lugar - Jornal O Estado MS – jornalista: Bruno Arce – Sistemas de irrigação aumentam produtividade sem expandir área de plantio; ganhos chegam a 40%

    2º lugar - Correio do Estado – jornalistas: Aline Oliveira e Daniela Arruda – MS tem 196 mil hectares com irrigação

    3º lugar - Jornal O Estado MS – jornalista: Susan Benites – Produtor Rural de Mundo Novo adapta sistema de irrigação com garrafas pet e modelo é replicado

    Radiojornalismo

    1º lugar- CBN Agro – jornalista: Eder Campo e Luis Vilela de Andrade Assumpção

    2º lugar - Nova FM - jornalista: Thalita Vieira – Série Novos Caminhos do Agro

    3º lugar - Rádio Imaculada - jornalista: Bruno Nascimento – Fertirrigação 

    Webjornalismo

    1º lugar - Valdelice Bonifácio – Diário Digital – Ciência e Consciência para manter a água limpa

    2º lugar - Aliny Mary Dias – Midiamax – Lucro Limpo

    3º lugar - Ariosto Mesquita – Agroin – Direto na Raiz

    Fotojornalismo

    1º lugar - Correio do Estado – Álvaro Rezende

    2º lugar - Diário Digital – Marco Miatelo

    3º lugar – Campo Grande News – João Garrigó

    Universitário 

    1º lugar - Caio Tumelero – Uniderp – Conheça exemplos de preservação e incentivo na produção de águas em Campo Grande

    2º lugar – Wesley Alexandre_Estácio de Sá_Em terra do agro produtores rurais se destacam por fazer brotar água

    3º lugar - Vitória Olga Telesco_UFMS_Aquaponia economiza até 90% da água no cultivo de hortaliças

    Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul



    Imprimir