Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    18/12/2018

    Após recondução ao terceiro mandato, Lidio Lopes recebe diplomação em solenidade do TRE/MS

    ©DIVULGAÇÃO
    Após receber uma votação expressiva no pleito de 2018, o deputado estadual Lidio Lopes (PATRI) foi diplomado durante a solenidade realizada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, que oficializou o processo eleitoral. 
    ©DIVULGAÇÃO
    Lidio Nogueira Lopes que é advogado e funcionário de carreira do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MS) licenciado, e foi reeleito para o terceiro mandato na Assembleia Legislativa com 27.877 votos, da 11ª Legislatura. “É uma honra ter o mandato aprovado, e reconhecido por meio dos votos que recebi. Agradeço a todos os envolvidos nessa caminhada, principalmente minha família, minha esposa Adriane Lopes, meus filhos Mateus e Bruno, a dona Gisleni, minha sogra, por terem me ajudado a chegar até aqui. Vou continuar com o propósito de trabalhar em prol da população de Mato Grosso do Sul como sempre fiz, incessantemente, e fazer valer a credibilidade em mim depositada”, disse Lidio Lopes.
    ©DIVULGAÇÃO
    Leis importantes

    Lidio Lopes concluía atual legislatura com aprovação de projetos que se tornaram leis importantes para a população sul-mato—grossense dentre as quais destacam-se: a lei que obriga ter a presença de profissionais de odontologia na equipe das UTI´s em todos os hospitais públicos e privados do Estado de Mato Grosso do Sul. 

    De acordo com a medida, o atendimento deve ser voltado para a prevenção e emergência. De acordo com a medida, o paciente em estado crítico requer cuidado especializado e multidisciplinar, com monitoramento 24 horas, sendo necessários os cuidados com a boca durante toda a permanência na unidade. No descumprimento da norma, estão previstas penalidades pelos órgãos e entidades de controle social dessas atividades a serem regulamentadas pelo Poder Executivo.

    Gestantes e parturientes de MS também contam com uma medida de autoria do deputado Lidio Lopes para combater casos de violência obstétrica no Estado. Conforme a nova legislação, são diversas formas de violência cometida durante o estado gestacional, como não ouvir as queixas durante o trabalho de parto, o tratamento de inferioridade, a indicação ‘forçada’ por cesariana, a recusa de atendimento na hora do parto, a transferência da internação sem a confirmação prévia de vaga, impedir acompanhante, submeter à mulher a procedimentos dolorosos, deixar de aplicar anestesia quando desejado, proceder a episiotomia sem necessidade e fazer qualquer procedimento sem pedir permissão ou explicação.

    Outra lei de autoria do deputado Lidio Lopes dispõe sobre a concessão de gratuidade ou desconto no Sistema de Transporte Rodoviário Intermunicipal de Passageiros do Estado de Mato Grosso do Sul. A determinação visa garantir um direito pleno aos portadores de deficiências física, mental, auditiva, visual e múltipla, comprovadamente de baixa renda e que possuem incapacidade de se locomover sem a assistência de terceiros.

    A lei que prevê medidas punitivas e educacionais a alunos indisciplinados nas escolas públicas estaduais em vigor em Mato Grosso do Sul, também conta com a autoria do deputado estadual Lidio Lopes. De acordo com a legislação em vigor, denominada “Paz na Escola”, as atividades deverão ocorrer mediante a prática de ações voluntárias de manutenção e preservação do patrimônio escolar, preservação ambiental, a reparação de danos ou a realização de atividade extracurricular.

    O mandato do deputado estadual Lidio Lopes também foi marcado pela realização da ação social com o “Projeto Unidos pela Fé”. Mantido por Lidio Lopes, o projeto percorreu os 79 municípios de Mato Grosso do Sul, por meio de um ônibus adaptado, levando atendimentos gratuitos por meio de profissionais das áreas da saúde, médica, e jurídica.


    ASSECOM



    Imprimir