Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    07/11/2018

    VÍDEO| Bandidos armados com fuzis atacam polícia, explodem dois bancos e aterrorizam cidade

    Eles atacaram imediações da PM e da Polícia Civil e fecharam uma saída da cidade

    ©REPRODUÇÃO
    Duas agências bancárias foram explodidas durante a madrugada desta quarta-feira (7), na região central da cidade de Chapadão do Sul – a 325 quilômetros de Campo Grande. Os valores levados não foram revelados.

    Chapadão do Sul ficou em pânico nesta madrugada quando bandidos fortemente armados com fuzis e outros tipos de armamentos pesados explodiram duas agências bancárias, na região central. A agência do Banco do Brasil, na Avenida Onze, e uma agência da Caixa Econômica Federal, na Avenida Seis, foram atacadas. As duas ficam a cerca de 260 metros de distância uma da outra.

    A ação dos bandidos teve participação de vários carros para dar apoio. Um dos veículos se posicionou na saída da cidade, sentido Cassilândia, bloqueando o acesso.

    Segundo o site Jovem Sul News, os ladrões fizeram vários disparos próximo ao quartel da Polícia Militar e da Polícia Civil para tentar impedir a saída dos policiais das delegacias.

    Vários cartuchos deflagrados de fuzis e 9mm foram encontrados na calçada e dentro das agências bancárias.

    Os valores levados dos dois bancos não foram revelados. A perícia fará o levantamento das explosões ainda durante a manhã desta quarta (7).


    Caso Sonora

    No dia 18 de abril de 2016, homens fortemente armados explodiram a agência do Banco do Brasil em Sonora. Os bandidos fizeram reféns, impediram policiais de saírem dos prédios e fugiram levando vários malotes.

    Conforme informações da polícia na época, o bando se dividiu em grupos pela cidade. Alguns foram nas casas de policiais, na Delegacia de Polícia Civil e pelotão da Polícia Militar, onde dispararam vários tiros de fuzil contra as viaturas estacionadas, para evitar que os oficiais saíssem.

    A primeira explosão ocorreu por volta das 2h35 e a segunda às 2h54. Neste meio tempo, dois taxistas que passaram na frente da agência bancária foram feitos reféns e liberados durante a fuga dos bandidos, na saída da cidade. Câmeras de segurança de lojas que ficam nas proximidades do banco flagraram o momento em que a quadrilha chega até a agência, por volta das 2 horas.

    Enquanto o grupo explodia o banco, outros suspeitos mantinham policiais civis e militares presos dentro dos prédios. Às 3h05, o grupo que estava na agência saiu, levando os reféns em um Fiat Strada, em direção a BR-163, sentido Coxim. Em menos de uma hora, policiais de operações especiais fizeram buscas em estradas vicinais, mas não há informação de presos.

    O teto do banco desabou, paredes caíram e toda a estrutura foi abalada. Há informação de que o bando tenha explodido não só os caixas eletrônicos, mas também o cofre principal. Durante a ação, uma pessoa foi atingida por um tiro na perna, mas recebeu atendimento e teve o projétil, que chegou a ficar alojado, retirado e passa bem.

    Fonte: Midiamax
    Por: Thatiana Melo


    Imprimir