Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    22/11/2018

    Suspeito de participação em roubos a bancos no Estado é preso em MG

    Na casa do suspeito, os militares encontraram vários objetos usados para ataques e explosões a bancos

    Thiago foi preso após denúncia de violência doméstica (Foto: reprodução O Correio News)
    Thiago Henrique Fonseca, um dos suspeitos de participação do roubo a duas agências em Chapadão do Sul, distante 321 quilômetros de Campo Grande, no último dia 7, foi preso em Uberlândia (MG) após denúncia de violência doméstica.

    Conforme o site O Correio News, policiais foram acionados para atender ocorrência de violência doméstica, pois um homem armado com duas facas ameaçava a família. No local, os militares imobilizaram o homem e durante inspeção detalhada na casa encontraram vários objetos usados para ataques e explosões a bancos. Também foram apreendidos dinamites, touca balaclava e uma S-10 prata, provavelmente um dos veículo usados no roubo.

    Caso 

    Na madrugada do último dia 7, bandidos armados com fuzis e metralhadores que explodiram duas agências bancárias e saquearam duas lojas, nos moldes do “Novo Cangaço”, levaram em torno de R$ 500 mil das duas agências.
    Caminhonete apreendida na casa de Thiago (Foto: reprodução O Correio News)
    O grupo estava dividido em pelo menos cinco carros, entre eles, um Gol preto e uma caminhonete S-10. Tiros foram disparados pelos bandidos em vários pontos das cidades, inclusive, próximo ao posto da Polícia Militar e da Delegacia da Polícia Civil. Nas calçadas e nas ruas foram encontrados vários cartuchos deflagrados de pistola 9 milímetros e fuzil 556.

    Na noite anterior aos ataques a dois bancos de Chapadão do Sul e a uma agência em Frutal, no Triângulo Mineiro, uma caminhonete S-10 e uma Fiat Toro fizeram o trajeto de Minas Gerais a Mato Grosso do Sul. O serviço de inteligência da Polícia Civil apontou que os mesmos veículos foram flagrados por câmeras em ambos os ataques.

    Diferente de Chapadão, em que os criminosos fugiram com o dinheiro, em Frutal, dois bandidos foram mortos e identificados. A dupla era do interior de São Paulo e pertencia a facção criminosa. No mesmo dia do ataque em Frutal, um homem foi preso no hospital da pequena cidade de Planura, com ferimento a tiro e que teria chegado de carona e pedido socorro médico. Ele poderá colaborar na elucidação dos crimes.

    Fonte: campograndenews
    Por: Viviane Oliveira


    Imprimir