Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    30/11/2018

    Prefeito publica decreto e tarifa de ônibus fica mais cara a partir de segunda

    Valor da tarifa será de R$ 3,95 para linha convencional e R$ 4,80 para a executiva

    ©DIVULGAÇÃO
    Aumento da tarifa de ônibus, de R$ 3,70 para R$ 3,95, foi confirmado pelo prefeito Marcos Trad (PSDB). Decreto com o reajuste foi publicado na tarde de hoje, em edição extra do Diário Oficial do Município e o novo valor passa a valer já a partir de segunda-feira (3).

    Em agenda na manhã de hoje, prefeito já havia adiantado que, por questões contratuais, foi acatado o cálculo apresentado pelo Consórcio Guaicurus.

    Conforme o decreto, a tarifa das linhas convencionais do transporte coletivo será de R$ 3,95 e a das linhas executivas, conhecida como “fresquinho”, passa para R$ 4,80. Nas datas especiais, que são Dia do Trabalho, Dia das Mães, Dia dos Pais, Aniversário de Campo Grande, Finados, Natal e Ano Novo, o preço da passagem convencional será de R$ 1,58, exclusiva para pagamento com cartão eletrônico recarregável.

    Ainda segundo o decreto, o troco máximo estipulado para as linhas circulares executivas, terminais de transbordo e estação Peg-Fácil é de R$ 20.

    CÁLCULO

    Os cálculos foram explicados tecnicamente para o Chefe do Executivo e segundo ele, tem exigências em contrato e aplicação de fórmulas. "O Consórcio alega que o valor deveria ser R$ 4,50. Eles querem pedir o equilíbrio econômico financeiro”.

    As justificativas da empresa que administra o transporte público da Capital são a queda no número de passageiros, aumento do número de gratuidade, desvalorização do preço de revenda dos veículos e dificuldade de financiamento de novos veículos .

    “Nenhum reajuste será acima do que prevê o contrato. O consórcio Guaicurus tem uma fórmula que tem variação do INPC, preço do litro do diesel, reajuste salarial dos funcionários e o custo de manutenção dos veículos”.

    O valor do litro do diesel impacta 35% no preço final da tarifa. Nos últimos 12 meses houve variação de 8,02% no preço do combustível.

    Já o reajuste dos funcionários equivale a 34% e neste ano houve aumento de 5,21% do salário. O prefeito justifica que desde o início da sua gestão o aumento do vale transporte sofreu aumentos menores do que na administração passada.

    Fonte: CE
    Por: GLAUCEA VACCARI - Colaborou Gabriela Couto.


    Imprimir