Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    20/11/2018

    PONTA PORÃ| Vereadores conhecem projeto de ampliação das escolas em período integral no município

    Sessão ordinária de terça-feira (20) foi marcada pela presença de representante da secretaria estadual de Educação, que explicou expansão do ensino em tempo integral na cidade 

    ©Lécio Aguilera
    A sessão ordinária de terça-feira, 20 de novembro, na Câmara Municipal de Ponta Porã, foi marcada pela presença da coordenadora estadual de políticas para o ensino fundamental da Secretaria Estadual de Educação, Eleida da Silva Arce Adamiski, que utilizou a Tribuna Livre para descrever o trabalho desenvolvido em Ponta Porã visando a implementação do ensino integral nas escolas estaduais. 
    ©Lécio Aguilera
    Atualmente a Escola Estadual João Brembatti Calvoso oferece o ensino em período integral para alunos do ensino médio. No próximo ano, segundo ela, esta modalidade será ampliada, garantindo acesso a mais turmas. Também será implementado o ensino em tempo integral na Escola Estadual Joaquim Murtinho. 

    De acordo com a coordenadora, a implantação do ensino em período integral nas escolas de Ponta Porã é uma das ações previstas pelo Plano Estadual de Educação, fundamentada na Lei de Diretrizes e Bases da Educação. “Posso afirmar que o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul está procurando garantir todas as condições para que os alunos tenham escolas de excelência e que se tornem referência em termos de qualidade de ensino. Ponta Porã merece escolas estaduais oferecendo ensino de qualidade”, afirmou. 

    AUDIÊNCIAS PÚBLICAS 

    Os próximos dias serão de intenso trabalho para os vereadores. Além das sessões ordinárias realizadas sempre nas tardes de terça-feira estão previstas várias audiências públicas para tratar de temas de grande interesse da população. 

    Uma delas, marcada para o dia 28 de novembro, quarta-feira, deverá discutir a violência contra a mulher na fronteira. Outra audiência pública está marcada para o dia seguinte, 29 de novembro, quando a Câmara Municipal abrirá as portas para a população acompanhar e participar das discussões sobre o Orçamento do Município para o ano de 2019. 

    O presidente da Casa de Leis, Candinho Gabínio, destacou a importância da participação popular nas audiências públicas de quarta e quinta-feira da próxima semana na Câmara Municipal quando os parlamentares vão promover debate sobre o Orçamento do Município para 2019 e violência contra a mulher na fronteira. 

    “As audiências públicas consistem num instrumento democrático, pois permitem que qualquer pessoa possa questionar, sugerir, cobrar, medidas para melhorar setores fundamentais como a saúde, educação, infraestrutura e segurança. Estaremos de portas abertas par que possamos promover um diálogo proveitoso com a sociedade fronteiriça”, declarou o presidente da Câmara, Candinho Gabínio. 

    ASSECOM


    Imprimir