Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    26/11/2018

    Cassems inaugura a 10ª unidade própria Hospital de Corumbá

    ©DIVULGAÇÃO 
    O antigo sonho da população da região do Pantanal tornou-se realidade na noite deste domingo, 25 de novembro, quando a Cassems inaugurou o seu 10º hospital próprio, na cidade de Corumbá. A estrutura, que beneficiará a população da Cidade Branca e também de Ladário, fica no bairro Popular Velha, tem 4,5 mil m² de área construída total e abrirá suas portas para atendimento ao público externo no próximo dia 3 de dezembro.

    O Hospital da Caixa dos Servidores de Corumbá será de média complexidade e com equipamentos de última geração. Além de ser uma estrutura moderna e que melhorará em muito o déficit hospitalar da Cidade Branca, essa unidade oferecerá atendimento humanizado para mais de 10 mil beneficiários que tinham que se deslocar por mais de 400 km para serem atendidos.
    ©DIVULGAÇÃO
    O presidente do Conselho Fiscal da Cassems e da ACP, Lucilo Nobre, conta que ao inaugurar mais uma Unidade Hospitalar da sua rede própria, a Caixa dos Servidores mostra que é possível fazer saúde com excelência e responsabilidade.

    “Estou orgulhoso de estar aqui e de fazer parte desse momento tão especial para a população de Corumbá e região. Esse momento é esperado a mais de cem anos, porque há mais de um século que Corumbá não recebe uma unidade hospitalar. E o mais importante é que é um hospital de última geração. Esse investimento que foi feito aqui demonstra a responsabilidade e a confiança que a Cassems tem, num momento crítico de se fazer saúde com excelência. A Caixa dos Servidores está inaugurando um novo tempo na saúde de Corumbá e região”.
    ©DIVULGAÇÃO
    Membro do Conselho Gestor do Hospital Cassems de Campo Grande, o corumbaense Félix Nazário Portela, destaca que a Caixa dos Servidores fez em Corumbá, nos seus quase 18 anos, o que o poder público não fez em mais de 100 anos

    “Eu sou testemunha ocular desse progresso aqui na área da saúde. Eu sou corumbaense e o último hospital construído em Corumbá foi há mais de 100 anos. Na área da saúde, nenhum órgão público conseguiu fazer nada até que a Cassems viesse a fazer. No dia primeiro de março do ano que vem, a Cassems vai completar 18 anos, vai completar a maioridade e já construiu 10 hospitais. O que a Cassems veio para fazer na área da saúde é realmente impressionante. Então, esse hospital aqui em Corumbá é motivo de muito orgulho, não só para mim que sou corumbaense, mas para todos que estão vendo o que a Caixa dos Servidores tem capacidade de fazer, por uma única razão: isso é uma autogestão. Quem está gerindo o plano são os beneficiários que são os donos do maior plano de saúde de Mato Grosso do Sul”.
    ©DIVULGAÇÃO
    De acordo com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Simted) de Ladário, Tânia Colombo Ramires, “esse hospital é muito importante para Ladário e a população sempre me cobrava sobre o hospital aqui e, hoje, eu estou muito feliz de estar aqui participando dessa festa. Eu, como ladarense, estou muito satisfeita”.

    O hospital terá 50 leitos, sendo que na primeira fase serão inaugurados 35, três salas cirúrgicas, cinco consultórios ambulatoriais, dois consultórios odontológicos, Pronto Atendimento 24 horas, além da atual sede regional da Cassems, que também passará a funcionar no mesmo endereço.

    Para o diretor de Unidades Hospitalares, Flávio Stival, a construção do Hospital de Corumbá é mais um grande desafio que foi superado e é uma responsabilidade ainda maior para todos nós. A Caixa dos Servidores é hoje referência em todo o país e isso é o resultado de um trabalho forte que a diretoria tem realizado, com transparência, participativo, profissional e o resultado está aí, para toda a população. A Cassems, realmente, faz a diferença na saúde de Mato Grosso do Sul, com os nossos 10 hospitais. A saúde do Estado não seria a mesma sem a Cassems. 

    Stival acrescenta que a Caixa dos Servidores sempre preza pela responsabilidade em seus empreendimentos, então, oferece uma estrutura com um determinado tamanho, porém, já pensamos como fazer para crescer. “Nós já iniciamos uma obra de expansão do Hospital Cassems de Corumbá e, nos próximos meses, vamos entregar mais leitos, totalizando 50. Também em breve vamos entregar a hemodinâmica, além de um espaço para uma Unidade de Terapia Intensiva, que é uma grande necessidade da população dessa região”, salienta. 

    O prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes, agradeceu à Cassems por esse investimento que vai beneficiar não só a população de Corumbá, mas também de Ladário e dos nossos irmãos bolivianos. “Um investimento grande como esse que a Cassems fez no nosso município vai trazer um ganho muito grande para saúde de todos nós, porque vai oferecer tomografia computadorizada, ressonância magnética e raio x e ultrassom digital. É um hospital de qualidade e que vai trazer muitos benefícios e nós, como administradores públicos, não poderíamos ficar de fora dessa parceria”, pontuou.

    A Unidade Hospitalar terá um Centro de Diagnósticos equipado com ressonância magnética, tomografia computadorizada, raios X digital, mamografia, densitometria óssea, duas salas de ultrassonografia, laboratório de análises clínicas e um centro de especialidades médicas. Na segunda fase, contará com o serviço de hemodinâmica e unidade semi-intensiva de internação.

    O presidente da Cassems, Ricardo Ayache, disse que o corumbaense é um povo especial, um povo apaixonado, um povo que gosta de arte, de cultura, de música, e é também um povo que precisa de uma atenção especial. “Poder inaugurar esse hospital aqui em Corumbá, nesta noite, é motivo de muito orgulho, de muita alegria para todos nós, mas também uma grande responsabilidade. Com certeza, nós vamos trabalhar muito para que esse hospital seja uma grande referência em saúde para todo o nosso estado”, pontuou.

    Ayache disse que o mais fácil já foi feito, que é construir o hospital e equipá-lo. “Agora, é transformar expectativa em realidade e, para isso, nós pedimos a todos os colaboradores que irão atender aqui, que eles ofereçam o melhor possível tecnicamente e, o mais importante que é um atendimento mais humano para cada paciente que aqui procurar ajuda. Portanto, se a gente somar capacidade técnica, conhecimento e sentimento de amor ao próximo, nós vamos transformar esse hospital numa grande referência em saúde”, finalizou.

    ASSECOM


    Imprimir