Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    16/10/2018

    Odilon defende concurso para todo funcionalismo público do Estado

    Pedetista citou a necessidade de reposição no quadro de servidores nas áreas de saúde, educação e segurança pública

    ©Divulgação
    O candidato ao governo do Estado pelo PDT, juiz Odilon de Oliveira, defende a criação de um cronograma para a realização de concursos e a valorização permanente do funcionalismo público, como instrumento de transformação social. Durante entrevista concedida ao site Campo Grande News, nesta segunda-feira, 15, ele citou a necessidade de reposição no quadro de servidores nas áreas de saúde, educação e segurança pública.

    “Todos nós, inclusive eu, o presidente da República, somos beneficiários dos serviços que prestam os servidores públicos. Portanto, servidores, como instrumento de transformação social, têm que ser valorizados, têm que de ter dignidade no trabalho”, ressaltou Odilon, sobre a importância de todas categorias para a gestão pública.

    “Pensamos sim em concursos. Houve um concurso para a PM, por exemplo, e está uma defasagem muito grande. Serão chamados uma minoria. Nós não temos segurança nenhuma, é só perguntar ao povo. Não refresca nada. É apenas uma enganação”, afirmou Odilon, deixando claro que pretende sim fazer novas convocações para a Polícia Militar. As chamadas vão ocorrer conforme a capacidade econômica do Estado.

    “Nós temos que lutar pela reposição. No magistério, por exemplo, Mato Grosso do Sul tem 8 mil convocados. Temos de criar uma programação de concursos para todo o serviço público”, reforçou o pedetista. Na área da saúde, ele ressaltou ainda que o Estado deve trabalhar em conjunto com os municípios, também para a valorização dos trabalhadores, como é o caso de que atua como agente de saúde e no atendimento da rede básica. Odilon voltou a lembrar que a responsabilidade para o bom funcionamento do setor é compartilhada entre União, Estados e prefeituras.

    ASSECOM


    Imprimir