Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    07/10/2018

    ELEIÇÕES 2018| “Vou recarregar as baterias”, diz Odilon ao comemorar 2º turno

    Candidato do governo de Mato Grosso do Sul pelo PDT, ele ficou em 2º lugar com 405.606 votos (31,67% do eleitorado)

    Odilon de Oliveira, do PDT, em entrevista ©Kísie Ainoã
    O juiz federal Odilon de Oliveira (PDT) foi à sede do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), no Parque dos Poderes, para comemorar a ida para o 2º turno. “Agora vou recarregar as baterias e amanhã volto às ruas para buscar mais apoio da população”, afirmou.

    Apesar de ter ficado com o 2º lugar, o candidato do governo de Mato Grosso do Sul disse ter ficado feliz com os seus 405.606 votos (31,67% do eleitorado), conforme resultado com 99,03% das urnas apuradas. “Estou muito confiante”.

    Em 1º lugar ficou Reinaldo Azambuja (PSDB), com 571.337 votos (44,61% do total de válidos).

    Apoio – Odilon afirmou ainda que a sua equipe já trabalha em busca de apoio para a sua candidatura. “De quem não se elegeu [para o governo] e também dos que se elegeram [para os Legislativos estadual e federal]”.

    No TRE, o juiz pediu apoio de Soraya Thronicke (PSL), eleita para a 2ª vaga do Senado com 370.666 votos (16,22%), embora ela seja da coligação de Reinaldo Azambuja.

    Estratégia – O candidato pedetista também afirmou que mudará a estratégia de campanha, agora que terá metade do tempo da propaganda eleitoral para a TV e para o rádio.

    “Era uma injustiça da legislação deixar um candidato com muito menos tempo que os outros”, comentou.

    Fonte: campograndenews
    Por: Anahi Zurutuza e Leonardo Rocha


    Imprimir