Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    23/09/2018

    ELEIÇÕES 2018| A duas semanas das eleições, 12 candidatos a governador podem vencer no 1º turno

    Pesquisas indicam que sete governadores podem conseguir a reeleição já no próximo dia 7, além de outros cinco candidatos; maioria está no Nordeste

    ©DR
    Renan Filho (MDB), Rui Costa (PT), Camilo Santana (PT), Flávio Dino (PCdoB), Wellington Dias (PT) e Mauro Carlesse (PHS) são os candidatos a governador que podem conseguir a reeleição já no primeiro turno

    Faltam 15 dias para as eleições de 2018 e, nesta reta final, o quadro retratado pelas pesquisas dificilmente deve mudar. Em levantamento do iG São Paulo sobre o cenário eleitoral de cada estado brasileiro com base nas intenções de voto divulgadas recentemente pelo Ibope, foi observado que 12 candidatos a governador estão perto de liquidar a fatura já no primeiro turno, marcado para o dia 7 de outubro.

    Entre os candidatos a governador próximos da vitória, sete já comandam os estados pelos quais disputam as eleições: Renan Filho (MDB), em Alagoas; Rui Costa (PT), na Bahia; Camilo Santana (PT), no Ceará; Flávio Dino (PCdoB), no Maranhão; Reinaldo Azambuja (PSDB), Mato Grosso do Sul; Wellington Dias (PT), no Piauí; e Mauro Carlesse (PHS), no Tocantins.

    Os outros cinco candidatos que podem assumir o cargo de governador já no primeiro turno são: Gladson Camelli (PP), no Acre; Renato Casagrande (PSB), no Espírito Santo; Ronaldo Caiado (DEM), em Goiás; Hélder Barbalho (MDB), no Pará; e Ratinho Júnior (PSD), no Paraná.

    Na análise por região, percebe-se que a maior parte dos estados próximos de um desfecho já no primeiro turno está no Nordeste. Dos nove estados nordestinos, em cinco os governadores estariam reeleitos se o pleito fosse hoje, segundo o Ibope . O restante dos candidatos com larga vantagem estão divididos entre a região Norte (3), Centro-Oeste (2), Sul (1) e Sudeste (1).

    Não por coincidência, na análise por partidos, o PT, que encontra no Nordeste seu maior reduto eleitoral também nas pesquisas de intenção de voto para presidente, conta com três candidatos a governador próximos da vitória já no dia 7: o governador Rui Costa, na Bahia; Camilo Santana, no Ceará; e Wellington Dias, no Piauí.

    Na sequência, o MDB aparece com dois representantes, ambos filhos de outros políticos já conhecidos no cenário nacional: em Alagoas, Renan Filho (MDB), herdeiro de Renan Calheiros (MDB) que lidera a corrida por uma vaga no Senado; e no Pará, Hélder Barbalho (MDB), filho do ex-governador Jader Barbalho (MDB), que atualmente é senador eleito pelo mesmo estado.

    Além destes, PP, PCdoB, PHS, PSB, DEM, PSDB e PSD estão próximos de já garantir pelo menos um estado sob seu governo em 2019. Todas as pesquisas do Ibope para governador consideradas abaixo têm margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos.

    Veja as intenções de voto dos principais candidatos a governador, por estados

    Acre 
    O Alto Acre| Candidatos ao governo do Acre, Marcos Alexandre, do PT, e Gladson Cameli, do PP, disputam as primeiras posições
    No Acre, a pesquisa mais recente do Ibope divulgada em 20 de setembro apontou que Gladson Cameli (PP), atual senador e candidato a governador, lidera as intenções de voto com 47%. Na segunda colocação, aparece o ex-prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), com 38%.

    Considerada a margem de erro e o fato de que 4% dos entrevistados responderam que pretendem votar em branco ou nulo, além de outros 3% que ainda não sabem em quem votar, Gladson Cameli está no limite de conseguir 50% dos votos válidos mais um e encerrar a disputa em apenas um turno.

    Alagoas
    Agência Brasil| Entre os candidatos a governador de Alagoas, Renan Filho (MDB) está próximo de ser reeleito
    Em Alagoas, segundo o Ibope do último dia 20, Renan Filho (MDB) está perto de ser reeleito governador já no primeiro turno. O emedebista está isolado na liderança com 65% das intenções de voto, beneficiado após a desistência do ex-presidente Fernando Collor (PTC). Josan Leite (PSL) é o candidato mais próximo, mas tem apenas 5% das intenções de voto.

    Amapá
    Silvio Sousa| Segundo o Ibope, três candidatos a governador do Amapá disputam duas vagas no segundo turno: Capi (PSB), Waldez (PT) e Davi (DEM)
    No Amapá, Capi (PSB), o atual governador Waldez (PDT) e Davi (DEM) se destacam e disputam as duas vagas no segundo turno. Enquanto o primeiro lidera com 32% das intenções de voto, o pedetista tem 27% e o democrata aparece com 25%. Considerando a margem de erro da pesquisa divulgada em 17 de setembro, não é possível cravar quem estará no segundo turno.

    Amazonas
    Amazonas Atual| Candidatos a governador de Amazonas, Wilson Lima (PSC) e David Almeida (PSB) disputam uma vaga no segundo turno ao lado do atual governador Amazonino Mendes
    Em Amazonas, o atual governador Amazonino Mendes (PDT) lidera a corrida eleitoral com 30% dos votos. Na sequência, aparecem os candidatos Wilson Lima (PSC) com 23% e David Almeida (PSB) com 20%, disputando uma vaga no segundo turno. As intenções de voto foram divulgadas pelo Ibope no último dia 17.

    Bahia
    Mateus Pereira/GOVBA| Rui Costa (PT) está muito próximo de ser reeleito governador da Bahia. Entre os demais candidatos a governador, Zé Ronaldo (DEM) é quem está mais próximo com 7%
    Já na Bahia, o governador Rui Costa (PT) está próximo da reeleição: segundo a pesquisa do Ibope divulgada em 18 de setembro, o petista tem 60% das intenções de votos. Seu adversário mais próximo é Zé Ronaldo (DEM), que tem apenas 7%. 

    Ceará
    Marcelo Camargo/ABr| Com 64% das intenções de voto, atual governador do Ceará também está próximo da reeleição; seu adversário mais próximo tem apenas 4%
    No Ceará, o atual governador Camilo Santana (PT) também está perto da reeleição. A última pesquisa Ibope foi divulgada apenas no dia 16 de agosto, mas coloca o governador muito à frente de seus principais concorrentes, com 64% das intenções de voto. General Theophilo (PSDB), seu adversário mais próximo, tem somente 4%.

    Distrito Federal
    Destak| Disputa entre os candidatos a governador de Distrito Federal está acirrada, mas Eliana Pedrosa (Pros) lidera
    No Distrito Federal, a disputa está bastante acirrada: Eliana Pedrosa (Pros) tem 22%; Alberto Fraga (DEM), 14%; Rodrigo Rollemberg (PSB), 11%; Rogério Rosso (PSD), 10%; e Ibaneis (MDB), 9%. Considerada a margem de erro, qualquer um desses candidatos pode garantir uma vaga no segundo turno.

    Espírito Santo
    Z4| Renato Casagrande (PSB) lidera a disputa eleitoral e está muito distante dos demais candidatos a governador
    No Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB) lidera a disputa e está próximo de ser eleito governador, já que conta com 59% das intenções de voto. Segundo a pesquisa Ibope divulgada em 8 de setembro, Rose de Freitas (Podemos) é a única entre os demais candidatos a ter dois dígitos: 11%.

    Goiás
    Folha Z| Candidatos a governador, Daniel (MDB) e Zé Eliton (PSDB) disputam vaga no segundo turno ao lado de Ronaldo Caiado (DEM)
    Em Goiás, além do líder das pesquisas Ronaldo Caiado (DEM) com 36%, Daniel (MDB) e Zé Eliton (PSDB), ambos com 10%, disputam uma vaga no segundo turno. As intenções de voto foram divulgadas no último dia 17.

    Maranhão
    Reprodução| Atual governador do Maranhão, Flávio Dino está virtualmente acima dos 50% dos votos válidos e próximo de liquidar a eleição ainda no primeiro turno
    No Maranhão, o atual governador Flávio Dino (PCdoB) também lidera a pesquisa do Ibope divulgada no último dia 9 e está no limite de vencer a disputa ainda no primeiro turno. Ele tem 43% das intenções de voto e sua adversária mais próxima, Roseana Sarney (MDB), tem 34%.

    Considerada a margem de erro e o fato de que 8% declararam que vão votar branco ou nulo, além de outros 7% que estão indecisos, o candidato do PCdoB está atualmente, por pouco, acima dos 50% dos votos válidos.

    Mato Grosso
    MidiaNews| Mauro Mendes (DEM) lidera a disputa com 39% das intenções de voto e pode vencer ainda no primeiro turno, mas Pedro Taques (PSDB) e Wellington Fagundes (PR) tentam impedir
    Já no Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) lidera a disputa com 39% dos votos. Enquanto isso, Pedro Taques (PSDB) e Wellington Fagundes (PR) estão empatados com 20% e disputam a segunda vaga no segundo turno. Mesmo considerando a margem de erro, os votos brancos e nulos e os indecisos, o democrata não deve escapar de um segundo turno.

    Mato Grosso do Sul
    Gabriela Korossy/Fotos Públicas| Segundo a pesquisa Ibope divulgada em 24 de agosto, Reinaldo Azambuja (PSDB) lidera as intenções de voto com 39%, mas ainda deve enfrentar o segundo turno
    No Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) aparece em primeiro lugar na corrida eleitoral também com 39% das intenções de voto, segundo o Ibope do dia 24 de agosto. Nesse caso, porém, além da margem de erro, como o número de branco ou nulos e indeciso é alto (17% e 11%, respectivamente), o atual governador está momentaneamente acima dos 50% dos votos válidos, mas um movimento desses votos "inválidos" pode causar grandes mudanças no quadro eleitoral. Seu adversário mais próximo, por sua vez, é o pedetista Juiz Odilon que aparece com 24% das intenções de voto.

    Minas Gerais
    Reprodução/Facebook (Agência Brasil)| Em Minas Gerais, o senador Antonio Anastasia (PSDB) lidera as intenções de voto com 33%. O atual governador do estado, Fernando Pimentel (PT), aparece na sequência com 22%
    Em Minas Gerais, de acordo com a pesquisa divulgada no último dia 17, o senador Antonio Anastasia (PSDB) lidera as intenções de voto com 33% enquanto o atual governador do estado, o petista Fernando Pimentel, aparece na sequência com 22%. Romeu Zema (Novo), terceiro colocado, tem apenas 7%.

    Assim como no Mato Grosso do Sul, o percentual de brancos ou nulos (18%) e indecisos (12%) é significativo, e por isso, a hipótese de Anastasia vencer no primeiro turno ainda existe, considerando para isso o limite da margem de erro, mas o mais provável no momento é que os dois adversários se enfrentem no segundo turno, com o tucano passando em primeiro e o petista em segundo.

    Pará
    Marcelo Camargo/Agência Brasil| Helder Barbalho, do MDB, anotou 43% das intenções de voto dos paraenses na última pesquisa Ibope e tem chances de levar a disputa para governador ainda no primeiro turno
    No Pará, Helder Barbalho (MDB) aparece em primeiro lugar na pesquisa do Ibope divulgada no último dia 17 com 43% das intenções de voto. Marcio Miranda (DEM), seu adversário mais próximo, aparece com 15%, seguido de perto pelo petista Paulo Rocha, que foi citado por 13% dos entrevistados.

    Levando em conta a margem de erro e o fato de que 13% declararam que vão votar branco ou nulo, além de outros 8% que estão indecisos, o emedebista está atualmente pouco acima dos 50% dos votos válidos.

    Paraíba
    Reprodução/TV Cabo Branco| De 24 de agosto a 19 de setembro, data do último Ibope na Paraíba, João Azevêdo saltou de 17% para 32% das intenções de voto e agora lidera a corrida eleitoral no estado
    A disputa pelo governo da Paraíba é marcada pela evolução impressionante do candidato do PSB, João Azevêdo. De 24 de agosto a 19 de setembro, data do último Ibope no estado, Azevêdo saltou de 17% para 32% das intenções de voto e agora lidera a corrida eleitoral.

    O peessebista, no entanto, não deve escapar de um segundo turno, já que é perseguido de perto por Zé Maranhão (MDB), que anotou 28% dos votos válidos na última pesquisa. O terceiro colocado na disputa é Lucélio Cartaxo, do PV, com 19%.

    Paraná
    A Gazeta Web| Ratinho Junior (PSD) se destaca entre os candidatos a governador do Paraná e pode vencer as eleições já no primeiro turno
    No Paraná, por sua vez, o deputado Ratinho Junior (PSD) lidera a disputa de intenção de voto com 33% e tem na atual governadora Cida Borghetti (Progressita) sua maior antagonista já que ela registrou 15% na última pesquisa Ibope divulgada no dia 22 de setembro.

    Cida luta para evitar que a disputa se resolva no primeiro turno, algo que, segundo o Ibope, se a eleição fosse realizada no dia da pesquisa, ela não conseguiria. Isso porque o percentual de brancos e nulo (22%) e indecisos (15%) ainda é muito grande, o que faz com que o filho do popular apresentador de TV esteja teoricamente acima dos 50% dos votos válidos. A tendência, porém, é que o percentual de votos "inválidos" caia, resta saber para quem eles irão.

    Pernambuco
    Blog do Elielson| Candidatos a governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) e Armando Monteiro (PTB) lideram disputa eleitoral confusa
    Em Pernambuco, por sua vez, a indefinição é ainda maior do que no Paraná. Isso porque o percentual de brancos e nulos é muito grande (32%) e o de indecisos também ainda está alto (8%), o que faz com que, se a eleição fosse realizada na data da pesquisa divulgada em 20 de setembro, 40% dos votos fossem considerados inválidos.

    Somando isso à margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos, é possível tanto afirmar que o atual governador Paulo Câmara (PSB), com 27%, e Armando Monteiro (PTB), com 21%, estão empatados no limite da margem de erro quanto dizer que a possibilidade do peessebista vencer as eleições ainda no primeiro turno não está descartada.

    No momento, porém, o mais provável é que ambos disputem o segundo turno com o atual governador passando em primeiro e seu adversário petebista em segundo.

    Piauí
    Danilo Bezerra/Cidades na net| Atual governador, Wellington Dias (PT) deve ser reeleito ainda no primeiro turno já que demais candidatos a governador do Piauí estão muito distantes do líder
    No Piauí, Wellington Dias (PT) encontra situação bem mais tranquila. Ele tem 46% das intenções de voto e é o primeiro colocado na pesquisa do Ibope divulgada no último dia 20. Dr. Pessoa (Solidariedade), seu adversário mais próximo, aparece com 19%, seguido pelo tucano Luciano, lembrado por 10% dos entrevistados.

    Considerando a margem de erro e o percentual de brancos ou nulos (8%) e indecisos (6%), o petista tem boas chances de levar a disputa eleitoral ainda no primeiro turno.

    Rio de Janeiro
    O Dia| Eduardo Paes (DEM), Romário Faria (Podemos) e Anthony Garotinho (PRP) são os principais candidatos a governador no Rio de Janeiro e disputam vagas no segundo turno
    Já no Rio de Janeiro, a possibilidade de não haver segundo turno é remota. Segundo a última pesquisa de intenção de voto do Ibope divulgada no dia 19 de setembro, o ex-prefeito da capital Eduardo Paes (DEM) lidera a disputa com 24%. Ele está empatado, no limite da margem de erro, com o ex-senador Romário Faria (Podemos), que tem 18%.

    O ex-governador Anthony Garotinho (PRP), por sua vez, tem 12% e é o único outro candidato com dois dígitos na campanha. Ele também está empatado tecnicamente com Romário e luta para ir ao segundo turno.

    Rio Grande do Norte
    Divulgação/Câmara dos Deputados| No estado nordestino, Fátima Bezerra (PT) tem 39% das intenções de voto e deve disputar o segundo turno com Carlos Eduardo (PDT), citado por 25% dos entrevistados
    No Rio Grande do Norte, um dos poucos estados em que a corrida eleitoral é liderada por uma mulher, Fátima Bezerra (PT) aparece com 39% das intenções de voto, segundo pesquisa divulgada na sexta-feira (21). Em seguida está Carlos Eduardo (PDT), com 25%, que cresceu 10 pontos percentuais em relação ao Ibope anterior. Robinson Faria (PSD), atual governador do estado, tem apenas 13% das intenções de voto.

    No limite da margem de erro, Fátima Bezerra (PT) pode até vencer a eleição no primeiro turno, mas a hipótese mais provável é que haja um segundo turno entre ela e o candidato pedetista.

    Rio Grande do Sul
    Porto Alegre 24 horas No Rio Grande do Sul, disputa é liderada pelos candidatos a governador José Ivo Sartori (MDB) e Eduardo Leite (PSDB)
    No Rio Grande Sul, a disputa por uma vaga no segundo turno das eleições está acirrada. Segundo Ibope da última sexta-feira (21), José Ivo Sartori (MDB) e Eduardo Leite (PSDB) aparecem tecnicamente empatados na liderança, com 31% e 26% das intenções de voto, respectivamente.

    O terceiro colocado na corrida eleitoral é Miguel Rossetto, do PT, mencionado por 12% dos eleitores entrevistados. Mesmo com a margem de erro e o alto número de brancos ou nulos (13%) e indecisos (11%), o petista deve ficar de fora da disputa final no dia 27 de outubro.
    Rondônia
    Rondônia Agora| Ex-senador, Expedito Junior (PSDB) lidera as pesquisas de intenção de voto. Outros dois candidatos a governador de Rondônia disputam vaga no segundo turno
    Em Rondônia, o ex-senador Expedito Júnior (PSDB) desfruta de uma liderança confortável na pesquisa de intenção de voto divulgada pelo Ibope no dia 17 de setembro. Ele conta com 32% dos votos e vê dois adversários, Acir Gurgacz (PDT) e Maurão de Carvalho (MDB), com 14% e 12% respectivamente, disputarem uma vaga ao seu lado no segundo turno.

    Roraima
    Amazônia.org| Líder entre os candidatos a governador de Roraima, Anchieta Júnior (PSDB) cresceu nas pesquisas e agora tem chances de vencer já no primeiro turno
    Em Roraima, o ex-governador Anchieta Júnior (PSDB) ampliou sua liderança na última pesquisa Ibope divulgada no dia 17 de setembro em relação a anterior e agora conta com chances, considerando a margem de erro, de vencer no primeiro turno. O tucano está com 41% das intenções de voto.

    Tentando evitar que a disputa acabe já no dia 7 de outubro, Antônio Denarium (PSL) aparece em segundo lugar, com 29%, e também subiu consideravelmente entre os dois levantamentos. Já a atual governadora Suely Campos (PP) caiu, e agora registra apenas 9% das intenções de voto.

    Santa Catarina
    NSC Total| Em Santa Catarina, três candidatos a governador estão tecnicamente empatados e disputam duas vagas no segundo turno
    Em Santa Catarina, o antigo líder nas pesquisas foi ultrapassado por dois de seus adversários. Décio Lima (PT), que havia anotado 16% das intenções de voto em 17 de agosto, chegou a 17% em 21 de setembro e assistiu a Mauro Mariani (MDB) e Gelson Merísio (PSD) tomarem a frente com 21% e 18% das menções de eleitores, respectivamente. Os três estão tecnicamente empatados e disputam duas vagas num segundo turno praticamente certo.

    São Paulo
    Fotos públicas/reprodução| Em São Paulo, dois candidatos a governador, Paulo Skaf (MDB) e João Doria (PSDB), protagonizam a disputa pelas duas vagas no segundo turno
    No maior colégio eleitoral do País, Paulo Skaf (MDB) e João Doria (PSDB) estão tecnicamente empatados com 24% e 23% das intenções de voto, respectivamente, segundo a última pesquisa de intenção de voto do Ibope divulgada em 19 de setembro.

    O atual governador Mário França (PSB), com 9%, e o ex-prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho (PT), com 8%, tentam reverter um quadro consolidado desde o começo da disputa entre o emedebista e o tucano e buscar uma vaga no segundo turno.

    Sergipe
    NE Notícias| Em Sergipe, dois candidatos a governador se destacam: Valadares Filho (PSB) e Eduardo Amorim (PSDB); mas disputa pelo segundo turno ainda está em aberto
    Já em Sergipe, apesar do alto índice de votos brancos e nulos (28%) e de eleitores indecisos (9%), a pesquisa do Ibope indicou que uma vitória no primeiro turno, por enquanto, está descartada.

    O líder das intenções de voto é Valadares Filho (PSB), com 23%, que está tecnicamente empatado com Eduardo Amorim, do PSDB, que tem 17%. O tucano, por sua vez, também está empatado dentro da margem de erro com Belivaldo Chagas (PSD), que conta com 12%.

    Tocantins 
    Esequias Araújo/Governo do Tocantins| Mauro Carlesse (PHS), que lidera a corrida eleitoral no Tocantins, foi eleito governador em junho deste ano após a cassação de Marcelo Miranda (MDB) e sua vice Cláudia Lelis (PV)
    No Tocantins, o atual governador Mauro Carlesse (PHS) lidera as intenções de voto com 50%, segundo pesquisa divulgada no dia 21 de setembro. Carlesse foi eleito em junho deste ano após a cassação de Marcelo Miranda (MDB) e sua vice Cláudia Lelis (PV), condenados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por captação ilegal de recursos para a campanha eleitoral de 2014.

    Em seguida, aparecem os candidatos a governador Carlos Amastha (PSB) e Marlon Reis (Rede), citados por 28% e 7% dos entrevistados pelo Ibope, respectivamente. Considerando a margem de erro e o percentual relativamente baixo de brancos e nulos (6%) e indecisos (5%), Carlesse deve ser mais um reeleito já no dia 7 de outubro.

    Por Breno França e Anaís Motta - iG São Paulo


    Imprimir